Páginas

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

2011

Feliz Ano Novo e Bom 2011 a todos os leitores!

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Feliz Natal

Feliz Natal a todos os Aveirenses e aos leitores deste blogue

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

O senhor do jornalismo aveirense

Tendo estado ontem em Lisboa não consegui prestar a minha última e sincera homenagem ao Daniel Rodrigues. Ainda há poucas semanas, em roda de amigos, com o Naia e o Maximino, tínhamos estado a falar da doença e da condição dele (matéria nostálgica e negativa) mas igualmente das boas recordações e das histórias que com ele tínhamos vivido.
Era um senhor, um profissional que deu a cara pelos meios de comunicação social por onde passou (nomeadamente Comércio do Porto e Diário Popular) tendo sido igualmente director adjunto do Correio do Vouga. Não era um amigo para os seus amigos. Era um amigo para todos e extremoso homem de fé, sendo diácono permanente desde 1988. O seu percurso e biografia resumida está exemplarmente postado aqui, pelo Fernando Martins, não querendo alongar-me muito mais. Apenas quero disponibilizar para ajudar quem pretender homenagear Daniel Rodrigues. Porque ele merecia, porque o jornalismo em Aveiro o merecia e porque Aveiro merece homenageá-lo.
Até Sempre, Daniel!

O video da Terranova sobre o Tozé Bartolomeu

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Uma homenagem merecida que não devia ser escondida...

Já foi há seis meses (e uma semana) que o Tozé Bartolomeu nos deixou. A homenagem esperada da atribuição do nome da sala de imprensa ao António José Bartolomeu é domingo. Esteve, segundo consta, para ser no dia do jogo do Sporting mas ficou no do Benfica. Simples, com uma placa, é claramente uma homenagem merecida.

Gostava, no entanto, que fosse uma homenagem para todos os beiramarenses. Independentemente do que acontecer antes do jogo ou no intervalo do mesmo (ignoro se vão fazer alguma referência), ficámos todos a saber que é uma cerimónia "para jornalista ver". É isso que está no site do SC Beira-Mar e no da autarquia. Aliás, se dúvidas houvesse, o site do Beira-Mar reproduz o convite aos Órgãos de Comunicação Social e a questão da emissão de credencial. Tenho pena, e terão muitos sócios e simpatizantes que, estou certo, estariam interessados em estar presentes nesse momento e, mais uma vez, homenagear esse grande beiramarense e amigo do seu amigo! Esperemos que o site da Terranova nos mostre aquilo que os sócios não poderão ver...

Post colocado no Bancada Norte e no Notas de Aveiro

terça-feira, 23 de novembro de 2010

A saída de Afonso Candal

Afonso Candal fecha, no final deste mês, um ciclo da sua vida. Após 15 anos de trabalho parlamentar, e por razões pessoais, deixa a Assembleia.

Decerto terá saudades do ambiente, das negociações, de tudo o que foi a sua vida de já década e meia. Um ano e meio depois da morte do seu pai, Carlos Candal, Afonso lança-se ao desafio de construir um sólido currículo - ele que fez-se economista como político e político com o Orçamento. Negociador nato, conhecedor profundo da prática política e legislativa, o Afonso Candal sempre foi, para mim, alguém que admiro e com quem construí uma relação de amizade sólida. Espero que ele tenha o maior sucesso profissional e pessoal e que consiga, finalmente, desfrutar de Aveiro e do Porto. A Brisa vai perder um bom cliente, muito provavelmente, e deixará saudades no Painel de Alcântara - onde espero ainda comer um bom bife ou cozido à portuguesa com ele, enquanto pomos a conversa em dia! Boa sorte, Afonso!

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Alguém precisa de um assessor de imprensa?

O Ministro das Obras Públicas e o seu secretário de Estado estão de "candeias às avessas" mas caricato é roubarem o discurso um ao outro ou pedirem o mesmo discurso a um ataregfado e preguiçoso elemento do gabinete. Só assim se compreende que no Congresso da APDC, que decorreu em Lisboa, quer Paulo Campos quer António Mendonça tenham quase todo o discurso IGUAL! O Expresso dá a notícia, com direito a video e tudo...

Uma reportagem diferente (completa)

Esta reportagem, emitida pela SIC na última sexta-feira, não sendo a reportagem habitual sobre o Caminho de Santiago e muito menos sobre uma peregrinação, é um espelho da beleza do nosso interior e das recordações que conseguimos tirar de uma viagem. Ontem deram a segunda parte!



Aqui a segunda parte

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Inspirador

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Andy Irons Memorial

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Foto do dia - 4 de Novembro de 2010

Forum Empresarial da Região de Aveiro, hoje, em Ílhavo. Autor: ivotavares.net

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Foto do dia - 3 de Novembro de 2010

Faz o próximo sábado um ano. Marcha Mundial pela Paz, Aveiro, Portugal. Autor: JMO

Morte de Andy Irons

Tenho acompanhado, como alguns dos que me seguem no Facebook, o World Tour de Surf. E há anos que sou um seguidor atento do fenómeno e dos seus intervenientes. Para além do idolo Kelly Slater e de Tiago Pires segui a carreira de muitos outros atletas do WCT, em especial de Fábio Gouveia, Tom Curren (que já tive o prazer de conhecer pessoalmente) e muitos outros.


Muito li sobre os bad boys havaianos, uma ilha que me fascina, e sobre a sua capacidade de competição nata bem como a sua vontade e de free surf e cultivar um certo estilo de rebeldia. E o seu expoente máximo era Andy Irons, que foi campeão do mundo três vezes consecutivas, que tinha um estilo muito próprio de ser e que esteve a lutar o ano passado pela vida (ele saiu do WCT durante um ano para se livrar, alegadamente, de problema de adição de drogas).

Tendo em conta o seu regresso em grande forma este ano, nada fazia prever a tragédia de ontem. Andy Iron morreu, de acordo com diversas fontes, devido a uma virose (falas-se em dengue). Se foi dengue, não deve ter sido em Portugal... A verdade é que foi encontrado morto nos EUA, depois de ter desistido da etapa de Porto Rico por não se sentir bem... estava já a caminho do Havai.

Um grande atleta, uma pessoa que sempre cultivou uma maneira de ser surfer e que me habituei a acompanhar. Mais um que se foi cedo demais... Choca-me pois ele tinha 32 anos, prestes a ser pai (a companheira estava gravida de sete meses...).... o Comunicado oficial diz tudo...

ACTUALIZAÇÃO: Hoje, os atletas participantes na prova do Rip Curl Pro Search fizeram uma homenagem sentida. O campeonato está parado até sexta, por comum acordo entre atletas e organização. Deixo-vos aqui uma imagem da homenagem e um vídeo com declarações de Andy Irons.



terça-feira, 2 de novembro de 2010

Foto do dia - 02 de Novembro 2010

Av. Lourenço Peixinho, Aveiro, Portugal Autor: JMO

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Foto do dia - 01 de Novembro 2010

Na Serra da Labruja. Autor: JMO

Bom Mês e Boa Semana

domingo, 31 de outubro de 2010

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Hoje é noite de Discotek... Vale tudo?

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Murtosa comemora 84 anos de concelho!

Amanhã é o dia da Comemoração dos 84 anos de elevação de Murtosa a concelho, num dia de festejos que se inicia já hoje à noite, com sessão solene!
Próximo ano é em grande e por isso é altura de começar a pensar em comemorar os 85 anos! :)

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Bom exercício o do JN

O Jornal de Noticias dedicou-se, há uns dias, a pegar no carro e andar entre a delegação e a sede, no Porto, para testar as diversas alternativas para fugir às ex-SCUT.

As conclusões estão disponíveis neste link e também numa bonita infografia multimédia.

Em suma, "Os quilómetros são quase os mesmos, mas a viagem é muito diferente. Fazer o percurso Aveiro-Porto pela ex-SCUT A29 e pela EN109 é, utilizando uma linguagem ferroviária, como viajar no Urbano e no Intercidades. Duas equipas do JN saíram, ontem, às 8.15 horas, do centro de Aveiro com destino à sede do jornal no Porto. A que escolheu a A29 fez os 80km em 99 minutos. Quem viajou pela EN109 demorou 142 minutos. A diferença é tal que quando a "equipa EN109" chegou à Av. Gonçalo Cristovão, já a que seguiu pela A29 estava novamente em Aveiro."

Para além de não terem contemplado a hipótese A1 (mais quilómetros do que a A29, menos custos) esqueceram-se daquela que é, sem dúvida, a melhor opção para ir ao Porto, seja em rapidez seja em preço!
Sim, o comboio :)

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Prevê-se tempestade

Entre a CM Aveiro e os amigos da avenida com epicentro de altíssimas pressões lá para os lados do Alboi... embora com previsão de chuva vinda de Coimbra!

As razões são simples: Câmara avança com via no bairro do Alboi. Os amigos contestam, criam iniciativa no Facebook, pedem reunião com Mais Centro e pressionam mais um pouco, e o ambiente vai ficar encrespado, de certeza...

Para arquivo, a notícia do JN


Largo do Alboi cortado ao meio

Câmara não acolheu sugestões de moradores e abre concurso para realização da obra

2010-10-22

Jesus Zing
O Largo do Alboi, em Aveiro, vai ser mesmo cortado ao meio.  A zona central vai ter uma via dupla de circulação automóvel, no âmbito do Projecto do Parque de Sustentabilidade, decidiu ontem a Câmara, que vai abrir concurso para a obra.
A Câmara de Aveiro decidiu, ontem, por maioria - votos contra dos vereadores socialistas - avançar com a proposta de requalificação do Bairro do Alboi, inserida no projecto do Parque da Sustentabilidade, cuja medida mais polémica é o corte ao meio do largo Conselheiro Queiroz, também conhecido por largo do Alboi, com a construção de uma via dupla de circulação automóvel na zona central do largo.
A autarquia aveirense decidiu, ontem, abrir concurso para a execução da obra (não tendo em conta as criticas da maioria dos moradores da zona ao longo dos últimos meses), numa reunião que foi marcada pela ausência dos vereadores da maioria Miguel Fernandes e Maria da Luz Nolasco, críticos da opção, que se abstiveram na reunião de Câmara de 25 de Maio. Na altura, os vereadores alertaram para a redução da área verde em relação ao espaço ajardinado existente e cerca de 30% da actual capacidade de estacionamento sem a oferta de uma solução alternativa em matéria de equipamentos/infra-estruturas de parqueamento a instalar no perímetro circundante, entre outras criticas.
O presidente da Câmara, Élio Maia, assumiu que se a solução de cortar o largo ao meio não resultar, a circulação automóvel se processará ao redor do largo, segundo soube o JN.
Os vereadores do PS votaram contra a opção da maioria liderada por Élio Maia, salientando que os interesses dos locais não foram tidos em conta criticando ainda o Parque da Sustentabilidade de que a requalificação da zona do Alboi faz parte.
O bairro vai passar a ter apenas estacionamento: de 120 lugares passa para um total de 40 e terá um aumento de zona pedonal e será atravessado por uma via de circulação automóvel dupla e mista. O cais do Alboi terá uma zona de esplanadas e algumas vias terão alteração do sentido de circulação automóvel.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

A saida de Pedro Jordão (II)

A saida de Pedro Jordão deu azo a "novos capítulos". Já imaginava que a "não" referência no seu comunicado à sua tutela directa, a Vereadora da Cultura Maria da Luz Nolasco não augurasse nada de bom. E ela foi rápida a reagir, acusando Pedro Jordão de "efectiva incapacidade para mobilizar a vasta e qualificada equipa” do TA, lamentando “o abandono furtivo das exigências inerentes ao cargo". Mas há mais, nesta notícia de Júlio Almeida, no Notícias de Aveiro.

Quanto ao desconhecimento de Pedro Jordão em relação ao que escrevi no último post, se dúvidas houvesse que ele não estaria por dentro do que iria acontecer no TA, bastava a noticia do DA que refere que a autarquia pretende contratar administradores executivos, tendo inclusivé esse ponto chegado a estar na agenda de trabalhos da última reunião de Câmara, privada, ocorrida na passada quinta-feira. Segundo João Sousa, vereador socialista, "a Câmara pretende nomear um administrador para cada empresa municipal, acompanhado de uma proposta de fixação do valor a remunerar", o que terá oposição do PS local. Os pontos retirados da agenda diziam respeito aos estatutos das empresas municipais, à nomeação de administradores e ao estatuto remuneratório.

ACTUALIZAÇÃO: A acutilância de João Martins, num artigo de opinião duro e certeiro. Sobre esta peça, no Público, equivalente ao Noticias de Aveiro mas com novos dados.

Desejo para esta semana

Que ela seja "The One"

sábado, 23 de outubro de 2010

"Portugal implementa sistema de portagens mais caro e caótico do mundo"

Já tem uns dias. Mas vale a pena ler. Convém que, por vezes, haja a abstração suficiente para nos vermos pelos olhos dos olhos.

O modelo de portagens nas SCUTs visto pelos espanhóis... no El Mundo.

Por outro lado, aos microfones da Rádio Terranova, Nuno Marques Pereira (PS, Aveiro) queixou-se que a CIRA não tem defendido o interesse regional e  citou os casos da ADRA e das portagens nas SCUT.

Mais uma vez, vamos a factos: a ADRA foi criada por vontade da ADP (empresa 100 por cento pública) e  da CIRA e por vontade clara do Governo. Em relação às SCUTs, o PS nacional implementou-as mal e tardiamente, colocou pórticos inclusive na estrada A25 para as praias (aliás, toda a A25 entre a Barra e o nó da A1 em Albergaria foi construída com dinheiros comunitários para a IP5 e nunca deveria ser incluída neste processo...) e pelo que nos apercebemos, o PS regional, se tinha uma opinião, não a fez valer em Lisboa, onde supostamente teria força, certo? Ou não tinha?
Eu sei que foi um deputado socialista na AM de Aveiro que até sugeriu rebentar com os pórticos... mas nem nesse tipo de intervenção surtiu efeito!

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Pedro Jordão demite-se do Teatro Aveirense

Num comunicado disponível em vários meios, ficámos a saber das razões para a demissão, com efeitos daqui a um mês, do director artístico do teatro aveirense, Pedro Jordão.
No fundo, e em traços gerais, Pedro Jordão, que não aguentou sequer um ano no cargo, queixa-se de falta de verbas, pilim, dinheiro, para exercer o "seu projecto" e num comunicado cheio de críticas à "tutela" (leia-se CM Aveiro) e em especial à questão de dinheiro (se bem que há uma delas incoerente porque a autarquia deve estar em processo de decisão do Orçamento e isso é que deverá ter sido o busílis da coisa) pouca coisa fica explicada.
Aliás, numa altura em que consta em Aveiro, por pessoas da área política, que o Teatro Aveirense vai ter um administrador a tempo inteiro, remunerado e que o director artístico o considera bom, como é que este último pede a demissão? E quando há um ano, quando entrou, não se tinha assustado com a falta de recursos financeiros?
O seu comunicado verte também alguns auto-elogios que, ficam a quem os profere. Veremos se o futuro e a realidade não os "alteram".
O meu sentimento? Poucas vezes fui ao Teatro Aveirense neste último ano.

A opinião de João Martins sobre o assunto.
A opinião de Júlio Almeida
O Comunicado fica disponível aqui, para memória futura


Comunicado
É uma decisão irreversível, ponderada e que reflecte a total falta de condições com que me tenho confrontado desde Agosto passado no exercício das minhas funções. Até ao momento, a pouco mais de dois meses do início de 2011, a tutela não assumiu qualquer posição relativamente ao próximo ano, não me tendo chegado até agora qualquer informação concreta quanto ao orçamento disponível, pelo que qualquer planeamento tem sido desde há muito impossível.

A decisão é irreversível também porque, independentemente das boas intenções que possam entretanto ser manifestadas, não consigo confiar na capacidade de resposta da tutela aos graves problemas que o Teatro Aveirense atravessa, depois de um ano em que falhou em encontrar soluções ou até em cumprir as expectativas mínimas, como o cabal cumprimento do Contrato-Programa 2010 ou um putativo reforço financeiro que nunca chegou e que seria essencial, principalmente quando este quadro difícil é uma herança do ano passado, já aí por incumprimento do respectivo Contrato-Programa.

A redução do apoio da DG Artes face ao habitual foi um claro agravante mas, reconheça-se, é apenas uma pequena parte do problema, principalmente se considerarmos os avultados valores em dívida pela Câmara Municipal de Aveiro ao Teatro Aveirense. De qualquer modo, as informações que repetidamente me têm chegado apontam para a indisponibilidade da tutela em alterar positivamente o financiamento do Teatro Aveirense, o que torna lógico que seja a actividade a sofrer mudanças radicais, quadro em que a minha presença não fará qualquer sentido. À solidariedade repetidamente verbalizada não corresponderam acções efectivas. A minha acção é a resposta possível à inacção da tutela.

Saio como entrei – acreditando absolutamente no projecto que concebi para o Teatro Aveirense e que é agora abruptamente terminado no fim do seu primeiro ano, de que faço um balanço muito positivo, um ano que, como sempre foi anunciado, serviu para lançar bases que agora, infelizmente, não servirão para nada. A cidade perde assim um projecto cultural que se encaminhava para se tornar uma referência muito e que, pelo contrário, caminha agora para um modelo de actuação completamente diferente, apesar de, há menos de um ano, a tutela ter aprovado e publicamente aplaudido o actual projecto, elaborado a seu pedido para quatro anos, e do qual se conheciam inclusivamente os pressupostos financeiros. Deixo, com conhecimento prévio da tutela, programação confirmada até Janeiro de 2011, para além de vários espectáculos inseridos nas três redes de programação elaboradas com outros teatros e que têm o apoio já aprovado de fundos europeus.

Há um único modo de agradecer as oportunidades que nos são dadas de exercer um serviço público e é exercendo-o com elevado sentido de responsabilidade e transformando positivamente os projectos em que somos envolvidos. Nesse sentido saio com noção de um dever cumprido. Exerci as minhas funções com total dedicação e executei rigorosamente o plano que apresentei e que foi aprovado. Acima de tudo, procurei pautar a minha actuação por um permanente sentido de serviço público. Acredito que este ano contribuiu para a credibilização do Teatro Aveirense, nomeadamente junto dos agentes culturais nacionais, e os números deixam-me tranquilo – o Teatro Aveirense, face ao mesmo período em 2009, regista neste momento um aumento de receitas na ordem dos 20% e de espectadores na ordem dos 15%. Para além disso, os pressupostos previstos no orçamento para este ano têm vindo a ser cumpridos.

Deixo ainda uma palavra especial de apreço ao administrador Dr. Virgílio Nogueira, pelo apoio sempre entusiasta que prestou ao projecto, sabendo-lhe reconhecer a qualidade e a importância estratégica para o desenvolvimento da cidade e para a sua afirmação no panorama nacional.

E deixo uma última palavra para a equipa do Teatro Aveirense, que correspondeu exemplarmente num contexto extremamente difícil e sem a qual nada teria sido possível. A todos deixo um sincero agradecimento e a minha lealdade.

Devo dizer que saio por minha exclusiva iniciativa e sem qualquer tipo de compensação financeira, pelo que serão inúteis quaisquer especulações a esse respeito. Saio por uma questão de coerência e norteado pelos mesmos princípios com que sempre guiei a minha vida e de que nunca abdicarei.

Aveiro, 21 de Outubro de 2010
Pedro Jordão, director artístico do Teatro Aveirense

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Check Reality...

Claro que concordo com Ângelo Correia e Nogueira Leite, o que demonstra que os ares de Aveiro dão bom senso às pessoas. Mas os factos são directos:

  • O PS governa desde 2005... atenção, como o PS local bem sabe, dizer que a culpa é do PSD e do CDS que estiveram no Governo três anos(!) depois de seis de Guterres, já chateia e cansa...
  • Há pouco mais de um ano, os cidadãos retiraram a maioria absoluta a José Sócrates depois de uma campanha eleitoral baseada em factos não verdadeiros.
  • O Governo, ao arrepio de outros, não apertou o cinto imediatamente a seguir.
  • Continuámos a assistir a uma verdadeira campanha eleitoral permanente
  • O Governo lançou o PEC II e o PSD apoiou-o
  • O Governo PS quase que exigiu saber o voto dos partidos e que este OE2011 tinha que ser aprovado antes mesmo de o entregar, quando anunciou as medidas de austeridade e pressionou de forma infame o PSD
  • O Governo quase que não cumpriu o prazo para entregar o OE
  • Anunciou medidas falsas, nomeadamente a questão das extinções e fusões de organismos.
  • Esteve particularmene quezilento, nomeadamente o execrável Augusto Santos Silva como se NÃO quisesse o Orçamento aprovado para armarem-se em vitimas...
  • Por isso, a maior vítima, que é o País, já está moribunda. E também por isso, os partidos devem dar o voto para aprovação do OE2011. Sem condições. Para em Junho, quando estivermos tão mal como estamos, o médico assassino (Governo) não poder argumentar que não o deixaram fazer o que queria e da forma que queria...

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Boa semana a todos

Começo a semana ao som de Johnwaynes, com Lisboa!

sábado, 16 de outubro de 2010

Voltar ao principio...

Aveiro vai ter mais um andar vazio, com as notícias do OE. Numa lista que é uma verdadeira desilusão, o Governo deu a conhecer as estruturas que vai extinguir, externalizar ou agrupar. E lá, no número 36, refere que "São objecto de fusão as Direcções Regionais de Economia com as Comissões Coordenadoras e Desenvolvimento Regional".


Ora como a CCDRC está em Coimbra e a sede da DRE do Centro em Aveiro, na Avenida Lourenço Peixinho, adivinhem lá por onde a corda vai parir...

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Tendo em conta a AG do Beira-Mar...

Tendo em conta a AG de hoje, dedico músicas aos intervenientes.

Esperemos que a direcção não esteja assim...



Em relação a José Cachide, claramente e com amizade



Aquilo que eu queria que a reunião fosse...



Agora a sério: não aceitarei e lutarei com todas as minhas forças por qualquer tentativa de expulsão de qualquer associado, muito mais aquelas que começam a ser faladas.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Hoje? Não é tarde demais?

A CM Aveiro decidiu avançar para as vias judiciais no caso "SCUT"...

Não será tarde demais? Pedir uma reunião agora para informar o Ministro que vai avançar para o Tribunal?

 Desejos de boa sorte.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Se nada mudar... a partir de 15 de Outubro



Este texto e a foto que o acompanha passam a ter toda a validade...

Comprou o DEM ou a Via Verde?

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Um Gesto de Prazer

Fui pelos clarinetes. Vim rendido pelo violino. Fui descoberto, sem ser pela descoberta. Tudo no "Gesto Orelhudo". O Publico, no domingo, explicou bem que este festival não conseguia encaixar-se nem no Teatro nem na Musica... Porque acontecem momento sublimes das duas e por isso bem haja D'Orfeu, bem haja CM Águeda!



Como disse, conhecia os Clarinetes AdLibitum e foi com prazer que fui ao Gesto Orelhudo. Uma tenda instalada num jardim (com uma arvore dentro...) e sala hiper cheia para assistir a um concerto cómico de alta qualidade. Eu ate estava para nao ficar para o seguinte mas ainda bem que fiquei porque eles eram maravilhosos... Digamos que ouvir uma gaita de foles feita com uma luva, uma flauta de cenoura ou um clarinete de banco não acontece para todos os dias

Passado dois dias, novo prazer humorístico. Tangos e Tragédias. Brasileiros, ou da "Esbornia" deixaram-nos momentos de prazer puro e conseguem envolver o publico de uma maneira nunca vista por mim. Poderemos dizer que eles não são dois mas sim dois mais o publico que estiver na sala...

Três espectáculos, dois dias, dez euros de investimento. Com qualidade, mostrando que a volta de Aveiro consegue-se ter boa qualidade, cultura, nos sítios menos conhecidos. Valeu a pena ir a Agueda, e para quem me disse, "estas cada vez mais aguedense" eu volto a repetir com factos: Peter Murphy, Festa do Leitão, AgitAgueda, os espectáculos de Maio no Cine-Teatro (Carminho, Sasseti Trio)... Muito boa qualidade, sem snobismos, com preços em conta. O exemplo dos bons investimentos. Acho que não preciso dizer mais nada...

domingo, 10 de outubro de 2010

Ciência Politica pela UA

Se bem que eu não perceba como ciência e politica cabem juntas, aqui fica a informação importante:

Amanha, pelas 17.30 decorre o Seminário (Inaugural) de Ciência Política - 2010/2011 na Sala Sousa Pinto (Dep. Matemática)tendo como tema "Corporativismo, instituições políticas e desempenho económico" e com o convidado José Luís Cardoso (Instituto de Ciências Sociais, UL)
A apresentação neste seminário centra-se na análise do corporativismo enquanto conceito e movimento histórico, quer em Portugal quer noutros contextos internacionais. Porém, procura
ultrapassar a mera descrição das experiências do corporativismo autoritário do período de entre guerras e do (neo) corporativismo democrático ou societal do pós-guerra. O objectivo fundamental é demonstrar que os debates doutrinais e conceptuais sobre a essência e a natureza do corporativismo, independentemente das modalidades de enquadramento e regime político, ajudam a compreender melhor o funcionamento das instituições políticas e económicas, assim como os problemas associados ao desempenho e ao crescimento económico. Pelo que me informaram, os seminários são livres, por isso, força!

Comeback / Regresso

Foi de propósito. Precisava parar, limpar a cabeça. Tornara-se uma obrigação o que antes era um prazer. Ameaças, insinuações. Tudo foi moendo, cansando, destruindo o prazer.

Ha um ano fui ao Porto ver Diana Krall e senti-me bem, liberto.

Hoje volto aqui. Volto a este espaço. Com muita bagagem por detrás... Espero que gostem. Ate já!

Deixo-vos com uma musica que adoro... filmada por mim, em Ílhavo.

sábado, 11 de setembro de 2010

E porque hoje é 11 de Setembro

Não é dia para esquecer. Recordo o texto de há quatro anos. Recorda-se as imagens e o arquivo do acontecido - E o arquivo TV. Recordam-se as mortes.

Recordo também, mais uma vez, um artigo belíssimo de Ulisses Pereira sobre um amigo que morreu. Foi um post que na altura foi publicado num fórum e que eu li. Sempre a reler...



(post propositadamente colocado às 13:46 - a hora portuguesa em que ocorreu o atentado.)

Nove anos...

domingo, 18 de julho de 2010

Pré... Peregrinação a Santiago de Compostela

A primeira resposta que se deve ter na ponta da língua é à pergunta básica: então porque é que foste fazer a peregrinação?
Na Sé, ainda com a mochila pesada...

Não é uma resposta rápida nem fácil. Porque uma Peregrinação a Santiago de Compostela é muito diferente de uma ida a Fátima. Uma é claramente uma promessa que se quer cumprir enquanto que a primeira conjuga uma série de factores. Isso notou-se logo no almoço multicultural e linguístico que se realizou no “El Rincón de Suso” do senhor Jesús Presedo. Sim, ai em Orbenlle, pertinho do início do aborrecido poligono industrial de Porriño discutiu-se o que nos leva a fazer o Caminho. Para uns, claramente uma opção óbvia de Fé. Para outros, a superação pessoal, o “fazer o caminho”. O aspecto cultural, a questão espiritual, o encontrar-se consigo próprio. Tudo isto. Não há respostas únicas, certas.

Antes de começar o caminho, planear. Eram 240 quilómetros para serem feitos, pelas contas do Jorge Pato, em sete/oito jornadas. Começar no Porto e terminar em Santiago. O mais tardar, no dia do Santo, no dia de Santiago, no dia 25 de Julho. Ao Caminho, portanto.

O primeiro erro que cometi, fiquei a sabê-lo logo nos primeiros quilómetros e resolvi-o no final do primeiro dia. Tinha colocado coisas a mais na mochila. Por isso aqui fica o mais sensato conselho de todos: NÃO LEVEM MAIS DO QUE TRÊS T-SHIRTS E DOIS CALÇÕES, se forem fazer o caminho no Verão. Produtos de higiene, os básicos, uma agulha e linha para as bolhas e uma toalha de micro-fibras. Para além disso, saco-cama e almofada de ar, e um guia/plano com mapas para poder saber as adversidades do dia seguinte e gerir o esforço. E coragem.

(para melhor memória futura, irei colocar os posts de acordo com o dia da caminhada)

Porto a Santiago de Compostela

Encaminate!
 A partir de agora estarei a fazer o Caminho Central Português de Peregrinação a Santiago de Compostela!
 Iremos chegar lá no dia 24, sábado, ao final da tarde, se Deus quiser (e as pernas deixarem!) a tempo do dia do Apóstolo São Tiago Maior, em pleno ano Xacobeo!
Poderão seguir detalhes da viagem pelo Facebook em http://www.facebook.com/joaomanueloliveira para quem for amigo ou no Twitter em http://www.twitter.com/joliveira

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Triatlo de Aveiro

Amanhã há uma grande prova para ver em Aveiro. É o Triatlo de Aveiro, na sua quarta edição!

A nossa cidade recebe a segunda etapa do Campeonato Nacional (e no domingo de manhã, o Nacional de Clubes de Triatlo) e a emoção é garantida pois várias centenas de atletas querem pontuar para estar presentes na finalíssima no Estoril.

Em relaçao a isso e devido a um trabalho realizado pelo Diário de Aveiro, a Secção de Triatlo do Beira-Mar emitiu uma nota sobre alguma forma de estar de certas pessoas em Aveiro.

sábado, 10 de julho de 2010

Um titulo que é uma "sentença"...

CPLP prepara.-se para aceitar a entrada de uma ditadura onde não se fala português. 
O Público é o meu jornal. Sempre o li, sempre o comprei, sempre o recomendei. Gosto dele. Mas por vezes... A manchete de hoje é um (mau) exemplo. Com tema de destaque onde se diz que "Ditador Africano Promete Reformas para garantir adesao a CPLP" o Público faz manchete sobre a Guiné Equatorial num artigo equilibrado. Mas depois, no Editorial, dizem palavras cómicas como que a CPLP estava a trocar "petróleo" por princípios e voltando a insistir na ditadura...  Resumindo, esta manchete é uma sentença, uma tomada de posição óbvia de um jornal. Fica bem ao Público esta tomada de posição especialmente quando a CPLP é um poço de virtudes onde estão países que permitem aos jornalistas do jornal que escreve estas parangonas entrar livremente para fazer o seu trabalho, não é? Fica ao Público lembrar que na CPLP não se deve trocar princípios por petróleo... Mas atenção, só quando não se fala português... Porque quando se fala português, já podem estar países desenvolvidos, democráticos e sem violações dos direitos humanos como Angola e a Guiné Bissau, só para dar dois exemplos...

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Agit(ar) o corpo e a mente em Águeda

No sábado passado fui conhecer o AGITÁgueda, uma iniciativa da CM Águeda com associações do concelho. Num espaço ao ar livre (que no sábado estava pequeno demais para tanta gente) juntam-se associações e espaços de diversão nocturna do concelho (alguns dos quais apostam tudo neste local fechando os seus espaços habituais) numa "enorme" esplanada ao ar livre, com djs e bandas a actuarem no fim de semana e outro tipo de programação durante a semana. Blind Zero e Ana Moura serão as estrelas desta fim de semana e no próximo a onda é mais "DJing" com Johnwaynes a 16 e Diego Miranda a 17. Vale uma visita (e bebam as caipirinhas, a 3 euros, óptimas com este calor...) sem dúvida! No link que coloquei, está o desdobrável com a programação e os principais destaques.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Amanhã é dia de pavée...

Empedrado, paralelepípedos, ou outros nomes. São mais conhecidos no Paris-Roubaix mas serão as estrelas de amanhã na Volta a França, que começou no sábado em Roterdão, passou ontem por Bruxelas numa chegada de quedas... e hoje termina em Spa (quem conhece a Formula 1 sabe onde é). Eu serei mais um espectador fiel e fã do Lance Armstrong, do Sérgio Paulinho e do Rui Costa!

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Confusão nas portagens - Adiamentos e asneiras

Nestes últimos dias houve um pouco de tudo. Deputados municipais a sugerir a destruição dos pórticos, Governo a ter a ideia peregrina de isentar nas SCUTs determinados municípios e adiamentos. Aqui ficam os pontos principais... Ah, e um cabeça de lista com ideias próprias...

Os deputados municipais do PS disseram ontem da medida do Governo algo que nem passou pela cabeça de algumas outras bancadas. Pedro Pires da Rosa sugeriu um pequeno derrube e o "buldozer" Raul Martins sugeriu o uso da moto-serra que tinha no carro. Parece que afinal aquilo que disse em Abril não era tão grave...
Mas o Governo voltou a fazer asneiras e felizmente o PSD não aceita (quer uma medida de discriminação positiva que não esta: cheira-me que vão voltar ao modelo, correcto, de Santana Lopes, de serem isentos durante X quilónetros). Pensou, numa ideia peregrina, que a melhor ideia era "oferecer" as portagens indiscriminadamente a 46 concelhos que são atravessados por SCUTs mas a outros não, pelo Indice de Poder de Compra... Resultado? Asneira pela certa. Certos municípios são isentos de pagar em todas as "ex-futuras SCUTs" e outros não...

A partir do momento em que o Governo aceitou a proposta do PSD, de "terminar" com as SCUTs e transformar todas em Auto-Estradas com portagens, a data mais conhecida é a de 01 de Janeiro de 2011. Claro que até lá as coisas ainda irão aquecer...

Em relação a Pedro Pires da Rosa, eu sugiro outros apetrechos: providências cautelares, caçadeiras contra as câmaras, e a destruição sistemática de uma caixa que eles, os pórticos, têm na base...

ah, e quanto a Vital Moreira... por norma não estou de acordo mas este post no blog dele consegue registar todas as ideias que também tenho... Magnífico.

PT: Totalmente Contra a "Golden Share"

Não sou accionista da PT. Mas aquilo que o Governo fez ontem, pela hora de almoço, foi grave. Usar a "Golden Share" quando mais de 74 por cento dos accionistas presentes disse "sim" à venda da Vivo pelo valor de 7,15 mil milhões de euros (somente menos 800 milhões em relação à capitalização bolsista de toda a PT) não é somente não deixar o mercado resolver os seus assuntos. É imiscuir-se totalmente no sentido de uma empresa. Quem acha que quer pode e manda (põe lá administradores, etc...) que compre a empresa... Claro que Bruxelas reclamou e que o Tribunal Europeu irá julgar uma anterior acção contra o uso das "golden shares".

Que eu gostava que a Vivo ficasse na PT? Claro. Mas tudo tem um preço...

Para mim,o magnífico editorial de Pedro Santos Guerreiro, do Jornal de Negócios, diz tudo... aqui fica um excerto:

"A utilização da "golden share" é inédita, surpreendente e provavelmente ilegal. Vai contra o mercado, contra a administração e contra a decência. E revela um País próximo do subdesenvolvimento económico. Espanha 2 - Portugal abaixo de 0."

Para ler:

Noticia do DN sobre o potencial pedido de indemnização da Telefonica.

domingo, 27 de junho de 2010

Anti-globalização? Não... Vândalos...

Vândalos é a palavra mais simpática que arranjo depois de, mais uma vez, assistir aos confrontos que o pacífico Canadá assiste na parte central de Toronto. O movimento anti-globalização (ou a coberto desse movimento) consegue sempre "destruir" a cidade que recebe o encontro dos G20 (ou dos G8 mas estes últimos estão a escolher melhor os seus locais).

Não consigo conceber nem tenho piedade para manifestantes profissionais que usam balaclavas e que destroem propriedades privadas na sua "luta" anti-globalização nas cidades que recebem as reuniões desse grupo de dirigentes mundiais. Os blogues ou jornalistas engajados depressa conseguem arranjar epítetos de "violência policial" ou algo parecido mas ninguém se questiona do porquê dessas manifestações darem sempre violência. Uma boa base de dados e a verificação de quem entrou nos países que receberam reuniões dos G20 ou G8 em simultâneo nos últimos anos daria para descobrir os autores da violência generalizada...

Deixo entretanto uma sugestão aos G8 ou G20: reúnam-se num porta-aviões. Para evitar os prejuízos e poderem conversar a vontade!

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Projectos Lei todos aprovados!

Como já era expectável foram aprovados há minutos todos os projectos lei (BE, PCP, PSD, CDS) relativos à revogação dos decretos de lei que criavam o dispositivo electrónico de matrícula. A votação foi igual em todos, sempre com os votos favoráveis do BE, PCP, PEV, PSD e CDS e contra do PS (com vários deputados a referir que iriam apresentar declarações de voto).

Os referidos projectos baixam agora à comissão respectiva.

terça-feira, 22 de junho de 2010

Amanhã é dia importante para o assunto "portagens"

ACTUALIZAÇÃO: Desculpem mas a discussão como me alertaram é quinta-feira, dia 24. Este post foi publicado ontem.  Amanhã (quinta.feira, dia 24) é dia importante mas não decisivo para o assunto "portagens" nas SCUTs. Vão ser discutidos projectos de lei de vários partidos que revogam (não há sugestões) o decreto lei relativo aos dispositivos electrónicos de matrícula.
Estes projectos são concretamente "Projecto de Lei n.º 28/XI (PCP) - Revoga o sistema de Identificação Electrónica de Veículos e o Dispositivo Electrónico de Matrícula.
Projecto de Lei n.º 26/XI (BE) - Revoga o Decreto-Lei n.º 111/2009, de 18 de Maio, o Decreto-Lei n.º 112/2009, de 18 de Maio, e o Decreto-Lei n.º 113/2009, de 18 de Maio, referentes à regulamentação do uso de dispositivos electrónicos de matrículas em veículos automóveis, seus reboques, motociclos, ciclomotores, quadriciclos, máquinas industriais e máquinas industriais rebocáveis.
Projecto de Lei n.º 15/XI (PSD) - Revoga os diplomas reguladores do dispositivo electrónico de matrícula.
Projecto de Lei n.º 320/XI (CDS-PP) - Revoga os Decretos-Lei n.º 111/2009, de 18 de Maio, n.º 112/2009, de 18 de Maio, e o n.º 113/2009, de 18 de Maio, referentes aos sistema de identificação electrónica de veículos e o dispositivo electrónico de matricula."


Entretanto, há mais novidades. O PCP e o BE já deram entrada pedidos de apreciação parlamentar sobre o decreto lei que regula os lanços e sublanços de auto-estrada com portagem sendo que a do PCP, realizada em primeiro lugar, já tem data marcada: 09 de Julho, às 10 horas da manhã  e o deputado Ulisses Pereira (PSD) lançou um repto aos restantes deputados para  (ver noticia na Terranova aqui) "Trata-se do pedido de apreciação parlamentar de um decreto-lei ou proposta de resolução que faça incluir isenções nos lanços e sub-lanços da A17, entre Aveiro e São Bernardo, e na A25 entre Esgueira e Aveiro/Nascente, Aveiro Nascente/Estádio e Estádio Angeja. Ulisses Pereira diz que os deputados devem dar sinal de união. “Se o PS liderado por Eduardo Feio afirma, e bem, que Aveiro será a unidade cidade com via intra-urbana com portagens seguramente os deputados eleitos por Aveiro aceitarão o convite para um pedido de apreciação parlamentar que faça incluir isenções”, explica o deputado Social Democrata". O CDS local também se pronunciou sobre o mesmo assunto, não tocando no princípio as referindo o absurdo das portagens na zona de Aveiro.

A questão é que a decisão de amanhã, quinta-feira não impedindo a entrada em vigor, condiciona-a, colocando mais areia na engrenagem porque ao "revogar" o DEM, passa a existir apenas o modelo de pós-pagamento ou para quem já utiliza a Via Verde. Por isso, ainda muito irá acontecer... Especialmente porque há negociações entre PS e PSD para que o primeiro evite uma coligação negativa (tendo como consequência o chumbo dos projectos) no âmbito de cedências de parte a parte - mas não no essencial, a questão das portagens e dos locais. (também no Diário Económico). Rui Rio já avisou sobre o que poderá acontecer...

Falecimento do Carlos Souto

António Carlos Souto faleceu ontem ao final da tarde. Uma morte, como muitas, que não se esperava. Aveiro perde um homem que cumpriu o seu dever cívico de dar a sociedade algo de si.
Polemista, brincalhão, apaixonado pela Confraria, foste pintor, homem que gostava das letras e do jornalismo. Leal, no que a mim diz respeito e um lutador pelas suas ideias. Deixas saudade, Carlos Souto! A pouco mais de um mês de fazer 67 anos, Carlos Souto deixou memória na sua paixão de sempre, a Confraria de São Gonçalo e na Lacticoop, onde trabalhou durante muitos anos. Mas também no Litoral, onde o conheci. E, é claro, na Aveiro Arte.
Segundo informação da Aveiro Arte, as cerimónias fúnebres estao marcadas para amanhã, dia 23 de Junho, pelas 11.15 horas, na Misericórdia.

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Portagens - Reacção da Autarquia e do PS-Aveiro

Foram hoje conhecidas as posições oficiais do PS Aveiro e da Autarquia em relação às portagens.

Ambas as estruturas continuam a trabalhar em modo carbono e por isso não posso colocar links "oficiais" dado que o PS Aveiro não tem site (e no site do partido ainda está uma comissão concelhia liderada por Raul Martins...) e no sitio da autarquia, ao contrário do que era prática, o comunicado enviado às redacções não está disponível (actualização a 19-06: foi colocado a posição oficial neste link). Fica no entanto o link para o texto integral, disponibilizado pelo Noticias de Aveiro.

O PS Aveiro numa atitude curiosa acha que a coligação PSD-CDS foi muito passiva nas negociações e critica o Governo. Claro que é a primeira (e provavelmente a última) que ouviremos o PS-Aveiro. Eles agora defendem aquilo que escrevi em Abril: as portagens do concelho, todas sem excepção (até Angeja, inclusivé) e também a de São Bernardo, na A17) fiquem gratuitas.E eles, terão sido passivos ou não? É que a única entidade que eu vi a assumir posições foi o Presidente da CIRA e da CM Ílhavo. Há dois anos atrás, também a autarquia de Aveiro reagiu. Mas depois todos se remeteram ao silêncio e o assunto em Abril já estava na ordem do dia.

A Autarquia enviou um comunicado às redacções em que deixa em aberto várias hipóteses e refere que a proposta que enviou ao Governo e aos Ministérios contemplava a gratuitidade da A25 (pelo menos é essa a única referida no comunicado). Apenas uma nota que passou a quem escreveu o documento: o Parlamento não vai, como é referido a certa altura "altura da apreciação parlamentar do diploma governamental que introduz as referidas portagens, não deixem de levar em consideração os específicos interesses desta região e dos seus habitantes e as profundas injustiças que resultarão para a mesma daquela introdução, conformando o seu voto com o dos interesses das populações que lhes incumbe defender"
simplesmente porque neste momento já é força de lei,

Aquilo que vai ser discutido no dia 24 são projectos de lei (da oposição) que ao revogarem o articulado que irá entrar em vigor, nomeadamente o sistema electrónico de matricula/portagem obrigará ao bloqueio de todo o processo (e não à sua extinção),

Acreditam que os parlamentares eleitos por Aveiro do PS irão votar contra o partido que os elegeu?

ACTUALIZAÇÃO: No momento em que escrevi este post não tinha conhecimento da iniciativa do PCP que pediu a apreciação parlamentar do diploma legal que introduz as portagens, que segundo sei ainda não tem data para discussão mas sim da que está marcada para dia 24, que refere os dispositivos electrónicos de matrícula. Por outro lado, e também como é público, PSD e também CDS têm como política o pagamento de portagens em todas as SCUTs sendo que o PS e o Governo fizeram declarações no mesmo sentido.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Uma foto impressionante

Roberto Bettini tirou esta foto ontem na quarta etapa da Volta a Suiça, de uma queda junto à Meta que começou com Mark Cavendish. De realçar, a forma como a roda do ciclista partiu...

terça-feira, 15 de junho de 2010

Dados fornecidos pelo MOPTC - Portagens

Para registo, informo que os dados fornecidos respeitam aos veículos Classe 1. Realce que qualquer saida de  Aveiro por ligação em perfil de autoestrada, ao contrário do Porto e do que a comunicação social referiu (sobre acessos a cidades) é passível de pagamento...


Concessão Costa de Prata
A17
Pórtico 1 (localizado entre Mira - Ponte de Vagos) 1,00€
Pórtico 2 (localizado entre Vagos – Ílhavo) 0,50€
Pórtico 3 (localizado entre Aveiro Sul - S. Bernardo) 0,65€
A25
Pórtico 1 (localizado entre Esgueira - Aveiro Nascente (IC1/IP5) 0,50€
Pórtico 2 (localizado entre Zona Industrial de Aveiro - Angeja Poente) 0,65€
Pórtico 3 (localizado entre Angeja (IC1/IP5) - A1) 0,25€
A29
Pórtico 1 (localizado entre Salreu- Estarreja) 1,00€
Pórtico 2 (localizado entre Estarreja – Ovar) 0,75€
Pórtico 3 (localizado entre Arada – Maceda) 0,75€
Pórtico 4 (localizado entre Miramar – A29/A44) 0,45€

e os sublanços gratuitos


Concessão Costa de Prata

LANÇOS SUBLANÇOS
A25 -
Barra/Pirâmides Barra – Zona Industrial (Gafanha da Encarnação)
ZI - Gafanha da Nazaré
Gafanha da Nazaré - Pirâmides

A29 - (A29/A44)/A1/IP1 (Freixo)
(A29/A44) - Canelas
Canelas (Gaia) - IC2
P IC2 - Hospital
Hospital - A1/IP1 (Freixo)

segunda-feira, 14 de junho de 2010

É oficial - Em Aveiro vai tudo passar a ser mais lento!

A 22 e a 30 de Abril referi aqui o assalto à mão armada que Aveiro iria ter caso a nossa "cintura externa" fosse portajada. Hoje confirmaram-se os meus piores receios.

Em nota publicada hoje, o MOPTC confirma que os aveirenses passam a andar "ao gato e ao rato" nas suas deslocações de Aveiro para a A25/A1 (nó de Albergaria) ou para a A17 (quer vão pela Variante de acesso à A1 quer entrem no nó do Estádio.

Ora vejamos... Para as praias é gratuito até Esgueira/EN109. Depois, a saída seguinte é a do Estádio. Como há um pórtico antes (perto do Retail) são 0,50 euros. 50 cêntimos. Depois, se quiser ir para o Nó A25/A1, pagará mais 90 cêntimos (65 cêntimos por andar até Angeja e 25 cêntimos até esse nó). Isto é, para ir até à A25 (por enquanto gratuito) um utilizador que saia de Aveiro paga 1,40 euros!

Segundo exemplo: de Esgueira para uma fábrica na Zona Industrial de Vagos. Pórtico antes do Estádio (50 cêntimos) Pórtico entre a saida São Bernardo e a Aveiro-Sul   (65 cêntimos) e pórtico entre Ílhavo e Vagos (mais 50 cêntimos). Resultado? 1,65 cêntimos...

Resultado? Vamos andar a evitar pórticos. Podemos continuar a entrar em Aveiro-Sul, e sair nas saída das Quintãs/Ilhavo. Mas nada de poupar tempo e entrar na Moita (a Saida São Bernardo/Oliveirinha) e sair nas Quintãs (junto à Estação da Luz, porque paga-se logo 50 cêntimos). Os aveirenses que querem ir ao Futebol ou ao Retail Park? Que vão pela EN109 e zona indústrial para evitar pagar os 65 cêntimos do Pórtico. Os jogos do Beira-Mar agora vão ter "cobrança extra" ou caos extra...


Lamentável é a última parte da informação. Reza assim "Os outros terão de efectuar um pedido de reserva de identificador, podendo aderir livremente a três modalidades de pagamento:
a) tradicional via verde;
b) contrato pré-carregamento;
c) contrato pré-pagamento anónimo.

Os pedidos de reserva podem ser feitos nas 900 Estações dos CTT, nas lojas da Via Verde ou através da internet em sites a anunciar.

O dispositivo de identificação electrónica é gratuito nos primeiros seis meses de entrada em vigor desta medida.

Também os veículos de matrículas estrangeira que, em Portugal, circularem nas Auto-Estradas sem portagens manuais terão que ter um identificador associado a um meio de pagamento, como já acontece em alguns países europeus (República Checa, Áustria).

A partir de 1 de Julho todos os carros novos terão já o identificador de matrícula, tendo o comprador apenas de escolher qual o modo de pagamento a que quer aderir.

A partir de 1 de Julho quem utilizar as Auto-Estradas sem portagem manual e não tiver o dispositivo de identificação electrónico e/ou o título de reserva, será objecto de processo de contra-ordenação, nos termos da lei em vigor
"

Isto é, em menos de 15 dias os cidadãos terão que reservar (de forma gratuita, é verdade) e colocar um sistema. Sem mais comentários. Temos é de agir...

sábado, 12 de junho de 2010

Uma gigantesca caricatura

Ou como se ri de um desastre ambiental e de relações públicas: BP (via 31 da Armada)

Final dos Johnwaynes

Algo que me agradou sobremaneira foi a forma idealizada para os "encores"! Fora do palco, a dançarem com a assistência, num ritmo impressionante. Vejam por vocês!



e aqui "Falling Leaves" (a primeiraé "The One")

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Siri Svegler com Johnwaynes

The One é uma música belíssima e a energia contagiante de Siri Svegler, a sueca que encantou o Centro Cultural de Ílhavo, dá uma sonoridade maravilhosa a esta música!

Hubert Tubbs encantou na noite Johnwaynes



Hubert Tubbs encantou a plateia, sempre com um sorriso e com um ritmo impressionantes! E com A voz!

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Twitter parade!

Esta aplicação é fantástica... Literalmente, os seus seguidores seguem-no.... (via Pedro Fonseca)

Cliquem para visualizar

A noite Johnwaynes no CCI



Marguerita Soul é uma música que cheira a Verão! Amanhã coloco mais online!

Parabéns Arouca e Jorge Leitão

Jorge Leitão foi titular durante toda a época no Arouca que conseguiu hoje a subida à Liga de Honra, tendo-se tornado Campeão da II Divisão. Parabéns Jorge Leitão, um grande jogador e um Homem integro e parabéns Arouca!

Bloco de Esquerda: Censura à la Carte...

Para o Bloco de Esquerda, é impensável recriar a história como forma pedagógica (a não ser a interpretação deles). Aliás, se achassem que eu estaria a exagerar, basta lembrar como eles se portaram a quando de uma atividade pedagógica sobre o regicídio em 2008.

Agora voltaram à carga numa iniciativa normal (o ano passado foi a Batalha das Flores sobre os 250 anos da Cidade de Aveiro) do Agrupamento de Escolas de Aveiro.

Para quem não soube, é referir que a iniciativa visava retratar, por quadros interpretados pelos alunos, momentos marcantes dos 100 anos da república no país, que este ano se comemoram. Foram recriados momentos como o regicídio, a proclamação da república, o estado novo, os congresso da oposição democrática, o 25 de Abril, a multiculturalidade, e até dois dos clubes marcantes de Aveiro (Beira-Mar e Galitos).

Como podem ver pelas fotografias que publico, estiveram vestidos miúdos e meninas de camponeses, do tempo da monarquia, de hippies, de militares com G3, de cantores de intervenção com frases ao peito, e também, como o BE não queria - de Mocidade Portuguesa (Lusitos e Lusitas). Vestidos à Beira-Mar, à Galitos e com as cores da Bandeira Nacional. Vejam a resposta do Agrupamento na Terranova. E leiam os relatos do Jornal de Noticias, do Público, do Diário de Noticias, do blogue da Didas. E depois leiam o sensacional comentário do Nelson Peralta... Ou no blog do comentador bloquista do Expresso, Daniel Oliveira

O Bloco de Esquerda levantou as mãos à cabeça, fez perguntas à ministra, tentou calar a professora da Escola, insultou a inteligência de muitos e conseguiu ter o seu tempinho de antena. O seu deputado por Aveiro fez uma figura triste e Nelson Peralta mais um texto onde faz o melhor que o seu partido gosta de fazer nestes momentos: recriar a realidade a seu belo prazer. Que pena que os testemunhos recolhidos não lhes deram razão. E é pena que pessoas inteligentes não perceberam que é sabendo a história que se evitam os erros do passado.





Mas para o Bloco de Esquerda, parece que só há certas vertentes da História...

Mas depois desta triste encenação dos bloquistas, há uma pergunta que deve ser feita: como pode a História de Portugal do período do Estado Novo ser uma coutada de Fernando Rosas? Estaremos a assistir a uma reescrita da história?

Mais uma música Johnwaynes@CCI



Stee Downes, Siri Svegler e Hubert Tubbs encantaram o Centro Cultural de Ílhavo, completamente cheio. As próximas músicas mostrarão a razão!

A festa Johnwaynes no Centro Cultural de Ilhavo

Embora não tenha conseguido concretizar as mudanças no dia que pretendia, vamos animando aqui o blog. a dupla aveirense Johnwaynes protagonizou um grande concerto no sábado, no Centro Cultural de Ílhavo. Nos próximos posts ficam algumas das suas músicas!

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Agenda e Alterações

Hoje 

Sábado

Domingo



E a partir de terça, alterações no blog. Grandes.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Faleceu To Zé Bartolomeu


Faleceu o To Zé. Não quis acreditar quando abri o Live Messenger. Quis confirmar a noticia. Pelo telemóvel a mesma informação, vinda de outro lado. E outro. Era verdade. O "golo, golinho, golão" do Tozé Bartolomeu só se voltará a ouvir pelos altifalantes do EMA...

A doença dele era conhecida da maior parte dos que privavam mas todos sabíamos do seu apego à vida e acreditávamos numa recuperação total. A operação de há dez dias atrás era mais um passo.

Foi por isso com enorme pesar que soube hoje de manhã que o To Zé Bartolomeu faleceu. Faleceu um amigo do seu amigo, um verdadeiro apaixonado pelo Sport Clube Beira-Mar, o seu "Beiramarzinho", um Homem que ia à luta, dizia o que pensava e lutava por aquilo que queria.

Não vale a pena dizer muito mais. Apenas querer ouvir para sempre, para toda a eternidade, no Estádio, o "golo, golinho, golão" do "desportivamente seu, To-Zé Bartolomeu". Deixo um abraço e palavras sinceras de amizade à família, em especial ao filho.

As exéquias fúnebres serão realizadas amanhã, pelas 17 horas, na Igreja Matriz de Cacia.

terça-feira, 11 de maio de 2010

OS videos da Festa!







segunda-feira, 10 de maio de 2010

SC Beira-Mar Campeão!

Galeria pública de fotos que tirei no Estádio, Ponte-Praça, Pavilhão do Alboi e Praça do Peixe. Uma noite de festa pelo Sport Clube Beira-Mar, Campeão Nacional da Liga Vitalis 2009-2010. Ainda hoje colocarei um video, igualmente da festa!

terça-feira, 4 de maio de 2010

Viagem com os UAN à Vila das Aves

No passado sábado tive o prazer, repito, o prazer de ter acompanhado os Ultra Auri-Negros (UAN) à Vila das Aves, para acompanhar um decisivo D.Aves - Beira-Mar que poderia decidir a subida ou não para as cores do SC Beira-Mar. Mas mais do que ver o jogo, exemplar e revelador do fair-play e grande espírito de camaradagem foi o convívio anterior e posterior ao jogo entre a Força Avense e os UAN.

Chegados a Aves decorreu um jogo de futsal entre elementos das duas claques seguidos de um convívio - também gastronómico - nas instalações da Força Avense, na curva do Estádio do Desportivo das Aves. Depois, foto de família conjunta, mais conversa e cada um para o seu lado, apoiar as equipas. Bonito de se ver foi no final. Já tinha ficado combinado entre as duas claques que iríamos apoiar a equipa de futsal deles que precisava vencer o jogo para subir à III Divisão Nacional. E assim foi. Claques unidas - e quase irreconhecíveis, pois muitos trocaram de cachecol - a gritar num pavilhão cheio. Gostei do ambiente. Força Avense! Para o ano na primeira! ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...