Páginas

quinta-feira, 27 de outubro de 2005

Eduardo Feio está a ser

Empossado, neste momento, como director geral do Gabinete de Estudos de Planeamento de Instalações do Ministério da Administração Interna.
Por isso devo começar a vê-lo por Lisboa mais vezes. Para quem não sabe, o GEPI do MAI está, segundo delegação de competências, sob a responsabilidade do sub-secretário de Estado do MAI, Fernando Rocha Andrade.
(A Terra Nova tem esta noticia no site e o Noticias de Aveiro também)

30 comentários:

  1. Há qualquer coisa de errado nisto!
    Para o MAI?!... Não deveria ser o Domingos Cerqueira que era o Chefe das Policias Municipais? Ná...

    ResponderEliminar
  2. Prémio por ter ganho as eleições?

    ResponderEliminar
  3. jobs for the boys.......
    Marques Pereira !!! Foi chutado de Lisboa e agora teve uma prenda em Aveiro....
    Só falta o tacho do Lino..
    C.C.

    ResponderEliminar
  4. A equipa de Alberto Souto não desapareceu, está a regrupar-se no Governo. eh eh

    O Fernando Rocha Andrade foi meu professor de Economia Política e Finanças Públicas na FDUC...

    Aveiro em peso no executivo! :D

    ResponderEliminar
  5. ...m'espanto às vezes, outras m'avergonho...
    Fernando Andrade secretário de Estado.
    Eduardo Feio director geral.
    Por onde vais Portugal?

    ResponderEliminar
  6. MAI tacho menos assessor, vai lá tudo parar. Ó Marques, com (!) ou sem (!), até ficavas lá bem. MAI um prá foto de família.

    ResponderEliminar
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  8. O Paulinho conseguiu que os 2 submarinos coubessem no MAI.

    Mas o Marques fica em Aveiro, concerteza.

    ResponderEliminar
  9. Isto é uma corja permanente que para aqui anda...

    Esclarecimento ao anónimo anterior ao AAS:

    A colega de campanha do Marques que arranjou uma panela na Autarquia Aveirense, é uma assessora de imprensa que trabalhava para a CMA há 5 anos, a recibos verdes, e que sempre foi apartidária.

    Porque é uma óptima profissional, e porque, como todos nós, preciso de dinheiro para viver, aceitou o cargo que lhe propuseram.

    Normalmente não se dá tachos a pessoas que, supostamente, seriam, que não é o caso, de outra facção partidária.

    Existem pessoas que têm vidas para além de todas estas politiquices, consegue perceber isso?

    ResponderEliminar
  10. Apartidária??? Desculpa... que ela seja boa profissional... não ponho em causa... mas apartidária??? Alguém que tira licença para ir trabalhar na campanha do Alberto Souto é apartidária???

    ResponderEliminar
  11. Então mas agora é que aparece a história da T.A.?

    Ó amigos, quem cala consente e os pratos lavam-se antes de comer e não quando o almoço já foi servido.
    E depois ainda nos vêem com a conversa dos mínimos... Agora que deu para o torto é que querem condimentos?

    ResponderEliminar
  12. Que todos precisam de viver, isso é verdade. Mas será que ela não tinha mais nada a que se agarrar???
    É difícil de compreender que, quem se andou a banhar na Ria pelo Souto, passe agora para o outro lado (apartidariamente?!?, dizem?) Ou será que uma visão provinciana e enviesada do estatuto dos trabalhadores camarários é suficiente para sujar a dignidade e brio pessoal? Eu pessoalmente preferia aceitar outra proposta, mas quem não se sente...

    ResponderEliminar
  13. Não me move nada conra a rapariga, mas que ela é ingénua... ai isso, é. E também concordo com um post anterior. Há ali um certo encantamento pela Câmara, ou pela proximidade com o poder local.

    ResponderEliminar
  14. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  15. Repararam nesta preciosidade?

    "Porque é uma óptima profissional, e porque, como todos nós, PRECISO de dinheiro para viver, aceitou o cargo que lhe propuseram."

    Ora como o O e o A estão em lados opostos dos teclados e a menos que sejamos defensores da teoria da conspiração, o que é que o(a) anónimo(a) tinha em mente?

    Não sei, mas os verbos não estão bem conjugados.....

    ResponderEliminar
  16. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  17. Duas perguntinhas ...

    Ó AAS, tem a certeza que é concerteza? ou será com certeza!

    Ó JMO então nao diz nada sobre o novo adjunto do DR Élio - o grande filósofo Virgílio Nogueira?

    ResponderEliminar
  18. Caro Camarada «Anónimo»

    O caríssimo tem, com certeza, toda a razão e compartilha, com certeza a opinião expressa.

    ResponderEliminar
  19. E faltou-nos a vírgula a seguir ao segundo «com certeza». Queiram desculpar os colegas comentadores tão vil falha que tanto vos apoquentou as almas.

    Mas, já agora, ainda não conseguimos compreender esta inusitada tergiversação de volta ao caso da assessora de imprensa. Está a dar jeito agora?
    É estranho...

    ResponderEliminar
  20. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  21. não fique tão chateado só porque não sabe escrever.As suas opiniões contam.

    ResponderEliminar
  22. Não vale apenas fazer-me de desentendido. Falam da Teresa. A Teresa foi e é uma excelente profissional. Trabalhou na Câmara no Gabinete de imprensa e foi contratada pelo Dr. Alberto Souto para a sua Campanha. Fez o seu trabalho como profissional, não como partidária. O Dr. Alberto Souto tinha este pecado de ir buscar para trabalhar com ele profissionais, sem lhes perguntar cor politica, mas se apenas estavam dispostos a desenvolver um projecto. Foi esse o trabalho da Teresa. Fê-lo com todo o empenhamento que uma boa profissional imprime aquilo que faz. Sei que teve outras propostas para trabalhar, por isso sei com convicção que se está onde está é pelas suas capacidades profissionais e não por oportunismo.

    ResponderEliminar
  23. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  24. Meu caro anónimo
    Poderia estar calado de facto. Mas não me sei cobarde e não gosto de injustiças. Falarei sempre que a consciência me ditar. Nem sempre falo quando me obrigam. Não receio ameaças, nem supostas ameaças. Gostaria era de perceber porque se escondem todos no anonimato. Medo de quê? Fica-lhe muito mal entrar por esse caminho, meu caro anónimo.

    ResponderEliminar
  25. Eu escondo-me no anonimato porque não quero que o meu blog, que nada tem de político, seja "invadido" no dia seguinte por todos estes comentadores de bancada. Nunca usaria o anonimato para poder ofender ou atacar alguém impunemente, ao contrário de muitos que por aqui rondam.

    Quem conhece a Teresa sabe que ela é uma óptima profissional. Dedicada e competente. O convite que lhe foi endereçado prova exactamente isso.

    Tudo o resto que foi e será aqui escrito serão apenas mesquinhices, dores de cotovelo, ou o que lhe quiserem chamar.


    p.s.- Era bom que as pessoas tivessem a mesma dignidade e honestidade intelectual que o Eng. Matos Rodrigues demonstra ao vir aqui dar a sua opinião de "Peito aberto".

    ResponderEliminar
  26. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  27. Boa Profissional???
    Fazem-me rir

    Se chamam aquilo profissional...

    Uma boa profissional não aceita tachos daqueles, não vai secretariar um vereador do CDS

    ò Matos fica-te mal fazer essa observação, tu sim és um bom profissional

    ResponderEliminar
  28. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...