Páginas

quarta-feira, 12 de outubro de 2005

No JN de hoje...

Paulo Ribeiro admite ficar no Teatro Aveirense. Acho bem que tenha alterado a sua postura, que só fica mal a quem a pratica, de o dizer da forma que disse.


"Paulo Ribeiro, o nome aprovado pela Câmara Municipal de Aveiro para ser director artístico do Teatro Aveirense, já admite continuar com o cargo, mesmo sem Alberto Souto. Recorde-se que, a 17 de Setembro, o coreógrafo afirmou, ao JN, que só ficaria no Teatro Aveirense se o candidato socialista permanecesse à frente da autarquia. Ontem, Paulo Ribeiro admitiu que as palavras proferidas na altura terão sido fruto da"impulsividade" com que às vezes fala da Cultura e da forma como ficou impressionado com a postura e as ideias de Alberto Souto.Ribeiro revela que está disposto a ficar em Aveiro se esse for o entendimento do futuro presidente da Câmara, Élio Maia. "Não o conheço pessoalmente, mas se as nossas ideias forem comuns, gostaria de continuar, pois considero que mais importante do que as pessoas são os projectos", afirmou o ex-director artístico do Ballet Gulbenkian e do Teatro Viriato.O facto de estar já a trabalhar, apesar do contrato apenas ter validade a partir do próximo dia 17, é outro factor que leva Paulo Ribeiro a mudar de opinião. "Estamos a trabalhar há vários dias e posso adiantar que a programação do primeiro trimestre do próximo ano está praticamente concluída. Não podíamos esperar pelo meu contrato, pois, caso contrário, iríamos perder uma série de espectáculos que já estão apalavrados, apesar de não haver qualquer contrato, pelo facto de ainda não estar oficialmente ao serviço", revela Paulo Ribeiro. O coreógrafo, que manteve a sua companhia de dança em Viseu, lembra que o compromisso assumido com Alberto Souto e com o vereador da Cultura, Pedro Silva, prevê um período de tempo, "um mês", para que uma das partes possa rescindir o contrato sem encargos para ninguém.Falta saber a posição de Élio Maia que, na entrevista ontem dada ao JN, afirmou ser possível fazer um excelente trabalho no Aveirense com menos custos."

22 comentários:

  1. Inacreditável a falta de dignidade de alguém que deveria ter um outro estatuto ético, moral e político

    ResponderEliminar
  2. Exactamente. O Paulo Ribeiro está tolinho concerteza e foj enrolado pelo Pedro Silva com uma pinta...

    ResponderEliminar
  3. Também não me parece bem a atitude, mas que o gajo é bom é!
    E ainda por cima podemos tê-lo um mês e depois decidir se fica ou não sem quaisquer encargos adicionais!
    SE fosse noutros tempos já estava nos quadros!

    ResponderEliminar
  4. Vencedores :

    1 - Élio Maia, obviamente.
    2 - DR. José Girão Pereira, grande responsável pela volta do eleitorado do das freguesias ditas rurais e pela criação da ideia de credibilidade e confiança pessoal no DR Élio Maia.
    3 - CDS. Porque é deste partido que nascem os votos a mais necessários a esta grande vitória, o velho CDS renacseu, recomenda-se e vai ajudar muito o "nosso" Élio com a sua grande experiência autárquica!

    ResponderEliminar
  5. Se fosse comigo o Paulo Ribeiro NUNCA ficaria no Teatro Aveirense.
    Quem não tem coluna vertebral não pode, por muito que digam os publicitários, ser um bom profissional qualquer que seja a sua area de actividade.
    Primeiro o ser...

    ResponderEliminar
  6. O Dr. Pedro Silva nao o enrolou... deu-lhe a conhecer um projecto que, pela primeira vez em muitos anos, tinha pes e cabeca!
    Pena que acabe por aqui... Aveiro voltou a estaca zero, a nivel cultural.

    ResponderEliminar
  7. Grave, muito grave...

    Mais grave a cambada de toscos que existem por aí. Adeus Aveiro. Inacreditavel o que se lê nestes comentários.

    ResponderEliminar
  8. essa de quererem agora repartir os votos da coligacao ta boa!!! ainda mais dizerq fi o CDS que deu a vitoria!!:))!! boa piada!
    quanto ao coreografo... foi na conversa do souto ... e n devia pensar q tal acontecesse ... como o souto ... como artista q e' nao se deve rever muito com a coligacao psd/pp ... no entanto espero que lhe deem oportunidade p mostrar o q vale e trazer a cultura de volta a aveiro.
    qt ao comentario do elio sobre o aveirense... la estao estes politicos a dar a amachadada na cultura... nao ha hipotese... se o souto q era de esquerda e mais alternativo nao conseguiu como ha de conseguir o elio? pois realemtne nao deve conseguir... infelizmente estou mm a ver o aveirense com ranchos e filarmonicas ... daqui a uns anos veremos...

    ddeloucura

    ResponderEliminar
  9. Para ver quais os votos do CDS é ver o que aconteceu nas últimas legislativas.
    E que CDS. O do Capão Filipe e ou o do Girão Pereira.
    Por algum motivo ele demitiu-se há muitos anos do CDS e foi o PSD que o impôs contra a vontade do CDS.
    Essa uma realidade que todos conhecem.

    ResponderEliminar
  10. Pouco me importa se o Paulo Ribeiro foi menos feliz nas declarações que fez, longe de significarem falta de coluna vertebral. Propuseram-lhe um projecto sólido e ambicioso, é natural que não se sentisse muito disponível para abraçar uma total incerteza um mês depois. A verdade é que se Aveiro quer passar a ter Cultura, que é precisamente o sector em que Aveiro é de longe mais atrasado, não se pode dar ao luxo de dispensar um profissional raro como o Paulo Ribeiro. Foi menos feliz? Foi.

    Mas terrível mesmo são vários pontos da entrevista do Élio Maia e do seu programa. No meio de uma série de generalidades que dificilmente configuram um programa, aparecem intenções preocupantes e não fundamentadas como fechar ou condicionar o trânsito na Avenida, colocar debaixo da mesma empresa municipal dois projectos totalmente distintos como o Teatro Aveirense e o Parque de Exposições, investir menos na Cultura, etc... O programa para a área de Urbanismo, aos olhos de um profissional da área, só não é risível por ser assustador. E a intenção de um licenciado em filosofia assumir o pelouro do Planeamento vai pelo mesmo caminho. O próximo Presidente tem todo o ar de ser boa pessoa. Mas isso não chega.

    Nuno Costa

    ResponderEliminar
  11. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  12. Caro Nuno Costa,

    Só a rapidez da sua leitura permite ler aquilo que escreveu: nunca, em caso algum, se pretendeu fechar a Lourenço Peixinho. Se isso existiu, foi de um projecto de uma entidade. Ele apenas deu como exemplo de algo que teria que ser decidido por voto por referendo.

    A questao na cultura passa por esbanjamento - definição de custos, simplemente.

    meu caro, o programa não é uma entrevista, é um programa que está escrito e disponivel.

    E quanto a empresas municipai, vai ter de me explicar que o melhor caminho é ter uma empresa municipal por equipamento... Nao tem pes nem cabeça. E o que ele disse é que uma empresa municipal para o TA é que não... Pode ser uma para todos os equipamentos ou uma para a cultura... agora uma empresa so para o ta, como a TEMA é, é que nao...

    ResponderEliminar
  13. ah ah ah

    De gestão cultural vós sois ignorante...

    Deixe lá. Com umas leituras isso passa-lhe.

    ResponderEliminar
  14. Como toda a gente sabe uma câmara não se ganha, perde-se. Não há vencedores nestas eleições, apenas derrotados. A ver vamos se daqui a quatro anos a coligação (se ainda existir) ganha as eleições, porque nessa altura é que se vai ver quem são aqueles que agora se chama de "vencedores".

    Quanto ao Teatro Aveirense e demais entidades culturais da cidade. Pois bem, temo que haja retrocesso nesta área (não digo que voltámos à estaca zero) mas esperemos para ver. Se assim for, podemos sempre mudar para Coimbra.

    ResponderEliminar
  15. Aliás já existe movimentações em Coimbra bastante curiosas. Só não vê quem não quer ver.

    ResponderEliminar
  16. Corre já aí na cidade a informação de que estes gajos pretendem cancelar o Sons em Trânsito deste ano ignorando todos os protocolos e contratos-parceria assinados com as outras cidades envolvidas e com o Ministério da Cultura...uma vergonha!!!

    ResponderEliminar
  17. Corre tanta coisa na cidade, a sorte é que o Dr. Élio é um homem inteligente e não se deixa influenciar e muito menos se vai rodear de "boys", não iria seguir as pegadas do anterior senhor, levará consigo uma ou duas pessoas da sua confiança,tem na autarquia uma boa equipa de funcionários para o ajudarem a fazer um bom trabalho como sempre o fizeram com todos os que já lá passaram, aliás se querem cortar nas despesas......

    ResponderEliminar
  18. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  19. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  20. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  21. o Pedro Silva tinha um projecto com pés e cabeça???
    ò Amélia tem a certeza???? Pés o Pedrito tem agora cabeça......

    ResponderEliminar
  22. pensei que defendesses uma politica limpa afinal........gostas de encobrir

    ResponderEliminar

O Notas de Aveiro não é responsável pelos comentários aqui escritos e assumidos pelos seus autores e a sua publicação não significa que concordemos com as opiniões emitidas. No entanto, como entendemos que somos de alguma forma responsáveis pelo que é escrito de forma anónima não temos pejo em apagar comentários...

Por isso se está a pensar injuriar ou difamar pessoas ou grupos e se refugia no anonimato... não se dê ao trabalho.

Não sabemos se vamos impedir a publicação de anónimos. É provável que o façamos. Por isso se desejar continuar a ver os seus comentários publicados, use um pseudónimo através do Blogger/Google e de-se a conhecer para notasaveiro@gmail.com.

João Oliveira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...