Páginas

segunda-feira, 31 de outubro de 2005

Empresas Municipais

Como está disponível no site da Terra Nova, eis os nomes designados para os conselhos de administração e representações.

- Serviços Municipalizados: Carlos Santos será o presidente do conselho de administração; Miguel Capão Filipe e Pedro Ferreira ocuparão os lugares de vogais (aprovado por unanimidade);

- Teatro Aveirense: Miguel Capão Filipe será o presidente do Conselho de Administração; Jorge Greno e Virgílio Nogueira ocuparão os lugares de vogais (aprovado com a abstenção da vereadora do PS Lusitana Fonseca);

- MoveAveiro: Pedro Ferreira vai exercer as funções de presidente do conselho de administração; Jorge Greno e Carlos Santos vão ser os vogais (aprovado por unanimidade);

- AveiroExpo: Miguel Capão Filipe vai representar o município na Assembleia Geral da empresa municipal a realizar até ao final do ano. A Câmara de Aveiro propõe os nomes de Jorge Greno para presidente do conselho de administração e Carlos Santos para vogal. O segundo vogal é escolhido pela AIDA (aprovado por unanimidade;

- EMA ? Estádio Municipal: Jorge Greno será o presidente do conselho de administração; João Pedro Dias e Susana Esteves vão ocupar os lugares de vogais (aprovado com a abstenção dos três vereadores do PS);

- Parque Desportivo de Aveiro: Carlos Santos vai representar o município na Assembleia Geral da empresa municipal a realizar até ao final do ano. A Câmara de Aveiro propõe o nome de Ulisses Pereira para presidente do conselho de administração e Gilberto Ferreira para vogal. O terceiro elemento vai ser escolhido pela Visabeira, que detém parte do capital social da empresa (aprovado com a abstenção dos três vereadores do PS);

- Aveiro Basket: Paulo Amorim continua na liderança (aprovado por unanimidade);

- Aveiro Digital: Lusitana Fonseca mantêm-se como representante da Câmara de Aveiro (aprovado com a abstenção do vereador do PS Pedro Silva);

- ERSUC: Pedro Ferreira representa a Câmara de Aveiro (aprovado por unanimidade);

- Polis: Miguel Capão Filipe representará a Câmara de Aveiro na próxima Assembleia Geral da sociedade, onde se deverá candidatar ao lugar de vogal.

Actualização: O Noticias de aveiro tem dois trabalhos completos sobre a matéria: aqui e aqui.

42 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  2. Pois claro: O Ulisses da PDA... Depois da filha como secretaria do vereador Carlos Ssntos...
    E já agora: quanto vão ganhar os vogais João Pedro Dias e Susana Esteves? É que nessa empresa só o Miguel Lemos é que ganhava... E acumulando com a PDA só ganhava um ordenado, o da EMA. Pois é: será a nova politica de contenção de custos? E que dirão os homens da Visabeira á proposta da candidatura do Ulisses. Pagamos para ver!

    ResponderEliminar
  3. Voltamos Miguel Lemos. Mesmo com o teu mau feitio, estás perdoado

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  5. Oh Élio. É pá o Ulisses não!

    ResponderEliminar
  6. E eu que sempre ficava indignado quando lia, na história antiga, que os generais vencedores ofereciam, aos seus soldados, como paga pelos seus serviços, o saque da cidade.

    ResponderEliminar
  7. A minha boca abre-se de espanto... ou talvez não.
    A coisa está-se acompôr. Pé ante pé até ao abismo!
    Força Élio estou contigo!
    Haja fé.Santa paciência

    ResponderEliminar
  8. O virgilio Nogueira no TA??? Nao foi um dos responsaveis pela extincao da Filarmonia??? Aveiro vai voltar a pre-historia... preparem-se.

    ResponderEliminar
  9. Dos 150.000 postos de emprego que é necessário criar já só faltam 149.996.

    ResponderEliminar
  10. Eu continuo a achar que é uma pena os comentários serem anónimos. E com o João a apagar tantos, não seria preferível ter o blog fechado a anónimos??
    É que para quem, como eu,não conhece praticamente nenhuma das pessoas em questão e vem aqui para tentar obter alguma informação torna-se muito complicado entender esta troca de galhardetes entre "amigos"... E é pena!

    ResponderEliminar
  11. o vergilio no teatro aveirense??? mas alguem se lembra da filarmonica das beiras e do que ele podia ter ajudado a evitar ??? para nao dizer o que ele podia ter evitado!!!! eu deduzo q seja ele a ajudar o Capao Filipe a perceber o que e'a cultura e como se gere cultura ... mas o TA merecia melhor ... mt melhor ....

    ResponderEliminar
  12. E os vencedores dos Oscares para os melhores administradores convidados são:

    Virgílio Nogueira
    João Pedro Dias
    Susana Esteves
    Ulisses Pereira
    Gilberto Ferreira

    Alguém me indica onde fica o aeroporto? Preciso tomar um avião... P'ra longe, p'ra muito longe.

    ResponderEliminar
  13. O Virgilio não está morto de vergonha num buraco? Mas, mas... Isto é uma anedota... Tachos e tachinhos a malta aguenta, mas uma panela assim...

    ResponderEliminar
  14. o curriculum do sr. gilberto fala por ele...deixem-me rir...

    ResponderEliminar
  15. Mas o que esperavam dum bom tipo como o Élio? Uma equipa à altura da cidade? Claro que temos uma equipa à altura da freguesia. É vergonhoso e até escandaloso.

    ResponderEliminar
  16. Sendo lamentável criticar desta forma quem ainda não entrou em funções, não me parece que o Virgílio seja pior que o Jaime Borges.
    E parece que o Teatro Aveirense poupará por ano mais de 50.000 ?, já que o Virgílio sendo Adjunto do Élio não vai ganhar mais por ir para o TA. Ou seja, quanto à anterior Admuinistração ficam mais 50.000 ? para promover efectivamente a cultura (3.000 ? mensais x 14 meses + 30% encargos sociais + ???).

    ResponderEliminar
  17. Algo já vai mal (mesmo muito mal!), neste curto "reinado" do Élio. A começar pelas nomeações para as administrações das empresas municipais.

    A não ser que tudo seja muito bem explicado, torna-se legítimo questionar:

    1 - A pressa em substituir administradores querá dizer que os "Juntos por Aveiro" já se esqueceram daquilo que escreveram no programa eleitoral sobre haver empresas municipais
    a mais?

    2- Não seria mais lógico - e coerente como aquilo que disseram -avaliar, primeiro, a necessidade e a adequação funcional de cada uma das empresas e, depois,proceder, aí sim, `s substituição dos administradores?

    3- Ou será que chegaram já à conclusão que, afinal, tantas empresas e lugares de administração, afinal não são assim tantos, nem suficientes para retribuir lealdades, amizades, clientelas e conivências?

    4 - Por falar nisso. O Ulisses e a filha, o Gilberto, o Virgílio, o João Pedro e a Susana já foram recompensados. Ó JMO, tu é que parece que já perdeste o comboio... Ou (Ó ingratidão!) deixaram-te na estação?

    Outra nota do "zé do Telhado":

    A pequena política, na blogosfera como nas conversas de café, tem destas coisas:

    A colocaçção do Eduardo Feio num gabinete do MAI e a escolha da Teresa A. para secretária do vereador do PP Jorge Greno deram azo a uns 30 comentários e outras tantas maledicências.

    A distribuição dos pelouros e as nomeações para as empresas municipais (será que o Feio e a Teresa são mais importantes?), se as contas não me falham, nem 20...

    Será porque accham que está tudo dito?

    Olhem que não,ollhem que não! Mas é pena!

    ResponderEliminar
  18. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  19. deixem-se de quezílias pessoais, de ajustes de contas, e deixem o ppl trabalhar; qdo houver eleições cá estaremos para avaliar!

    ResponderEliminar
  20. Os Conselhos de Administração das Empresas Municipais caem automaticamente com as eleições autárquicas.
    Naturalmente que o Dr. Alberto Souto não iria continuar nas funções que tinha em muitas delas.
    A propósito, porque é que ninguém fala dos Amigos que o Souto colocou (não estou a falar do Miguel Lemos) nos CA da EMA e PDA (um em cada), remunerados, que nem lá punham os pés, e que portanto ninguém conhecia.

    ResponderEliminar
  21. Caro Zé do Telhado,

    Embora tenha pena que tenha escolhido um registo que é quase um anónimo, aqui vai o meu comentário ao que diz:

    Para se decidir das necessidades das empresas municipais é necessário conhecer fazer auditoria aos processos e decidir pela sua integração/fusão ou fecho. Ora isso só é possivel depois de entrar em funções. Como sabe, são so conselhos de administração que decidem, e é por isso caricato que argumente o que argumente pois as escolhas, tenha a opinião que tenha, eram necessárias. Se as emrpesas são precisas, isso já é outra coisa.

    Quanto ao ponto em que me pretende questionar, dou-lhe uma resposta simples: ser recompensado porque? acha que tudo na politica ou na actividade profissional é assim? O que faz na vida? Tenho um percurso profissional que fala por mim. Aceito os convites profissionais quando acho que fazem sentido e não aceito quando não fazem.

    Caro anónimo que não dá a cara: o Virgilio Nogueira percebe de cultura, tem dedicado a sua vida profissional a essa área e acho que o seu curriculo e o seu trabalho na Filarmonia são muito superiores a "salvadores" de meia tigela. E é adjunto da Câmara, o que significa que faz as vezes do Filipe Teles e muito mais e melhor do que fez o Jaime Borges, que estava a tempo inteiro.

    ResponderEliminar
  22. Ó João,

    Por acaso sabes o que é que se passa com o blog da Skipper?!!!

    Será que foi apagado?... Ordens do Élio?...

    ResponderEliminar
  23. Ó João o Virgilio faz muito pela cultura? O quê? Diga-me obra feita? Mostre-me o que a Filarmonia ganhou? Mostre-me que mais esse rapaz tem feito?

    O Jaime Borges, aí estamos de acordo. Mas o Virgilio devia estar atrás de uma Hamburgaria.

    ResponderEliminar
  24. Pela primeira vez... aqui!
    Acho que a maioria dos comentários esqueceu-se que há muita gente que entende que a equipa que foi democraticamente eleita é capaz de criar mudanaçs em relação ao anterior executivo.
    Por outro lado, como em muitos casos semelhantes, os cargos de adminsitradores são claramente de confiança política (para facilitar o seu relacionamento e planeamento de objectivos com a Câmara). Se tivesse sido Alberto Souto a derrotar Élio Maia estas personagens que estariam a ocupar esse lugares, concerteza que seriam substituídos.
    Para terminar, a preocupação do actual executivo, em relação ás empresas municipais, mantém-se. Tanto é que existe uma clara repartição da vereação (salvo 4 casos) pelos vários cons. admin..
    ùltima mesmo... e houve a coragem política de manter a Eng. Lusitana na AveiroDigital (por mérito.

    ResponderEliminar
  25. Caro Anónimo,

    Quem voce é? A forma medrosa como chega aqui e diz que alguém que manteve uma filarmonia a trabalhar durante oito anos sem falhas não lhe chega? Diga-o na cara. Apareça. Já eram organizadas actividades culturais pelo Virgilio e as suas?

    Insultar sem dizer quem é, é fácil. Dar a cara, porque não, seu palhaço?

    ResponderEliminar
  26. Mrf,

    Ainda agora lá passei. Se está parado e não vai escrever mais, é uma opção dela.

    Aproveito para informar a todos que o blog de Alberto Souto teve um post novo: o texto de despedida, o discurso da AM, segundo me parece. ver em http://albertosouto.blogspot.com

    ResponderEliminar
  27. Concrdo inteiramente consigo JMO.
    Até porque (salvaguardando as devidas proporções - o meu ainda é bébé) há alguma deturpação, por parte de alguns, do espírito bloguista. Isto não é propriamente o MSN ou o IRC ou os "chat's". Aqui devem-se trocar opiniões, aprender, partilhar e saber democraticamente ser diferente. Já chega de anonimatos... basta os anónimos que se queixam na judiciária ou aparecem nas tv's de cara e voz destorcida.
    Quem não vier por bem que não venha. E acho que para além do anónimos há os que inventam nomes estupidificantes como os que eu já tive no meu blogue tipo: Caneta Bic (esqueceu-se que estava a escrver num teclado)!
    Apareçam, dêm opiniões (aqui ou noutros lados) mas de cara aberta.
    Aliás aqui (sem culpa de alguns e do JMO á mais fofoquice e quezílias do que opiniões válidas.
    desculpe o desabafo...

    ResponderEliminar
  28. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  29. Ética ..... O sr.Jorge Greno pretendeu dar o exemplo demitindo-se dos cargos nos clubes e aceitou um cargo no qual vai ter que se confrontar com os cargos anteriores na area desportiva.
    Esta premiscuidade já era patente, ou seja, membro do conselho fiscal do BeiraMar exercia nesse mesmo clube funções executivas. Ora isto só visto....tenho duvidas que nem na america latina....enfim temos o que merecemos. O sr. Ulisses devia não aceitar qualquer cargo...todos sabem porquê.O Élio tem o caminho cheio de armadilhas....
    Filipe Teixeira

    ResponderEliminar
  30. Caro Filipe Teixeira,

    Deixe-me discordar da sua análise. De acordo com os principios que sigo, as pessoas devem ser julgadas pelas suas acções: o vereador Jorge Greno sabe perfeitamente que terá pessoas a observarem atentamente as suas acções e por isso, mais uma razão para ser ético e correcto.

    Levando ao extremo a sua análise, só teriamos como eleitos municipais ou nacionais, alguns iluminados que não tenham feito nada na vida... Lembro-me que Jorge Greno participou na vida associativa de dois clubes, como qualquer pessoa que queira fazer algo nesta cidade. Como Jaime Borges e o CETA e o Galitos, o Dr. Alberto Souto com o Beira-Mar, etc.

    Claro que lhe digo que são cometidos erros. Isso são.

    Cumprimentos
    Joao Oliveira

    ResponderEliminar
  31. Ò JMO, estás a ficar sem sentido de humor...

    Isso é nervosismo, ansiedade ou revolta?

    O Zé do Telhado até teve uma resposta à altura no que se refere ás empresas municipais.

    E ainda bem, porque a troca de argumentos teve o condão de recolocar a discussão no ponto certo: se as empresas municipais são ou não neccessárias.

    Quanto ao resto (JMO), a resposta é tudo menos delicada ("que é que faz na vida?"). Além de que a pergunta ficou sem resposta.

    E é pena, porque todos gostaríamos de saber - alguns acharão mesmo que é uma questão de interesse público - se foste "injustiçado" em matéria de nomeações. Dito de outra maneira: se perdeste o comboio ou preferiste ficar na estação.

    Já agora, uma observação, directa para o professor Migas: o "á" (do verbo haver) escreve-se com "h"...

    Ah, e por último, também não era preciso insultares o palhaço, profissão merecedora de muito respeito, como a tua...


    (o palhaço)

    ResponderEliminar
  32. Oh palhaço,
    (sem ofensa)

    As minhas decisões, as minhas atitudes e aquilo que eu faço dependem somente de mim, e como disse atrás, não a nenhum anónimo.

    Para utilizar o vosso sentido figurado, eu nem apanhei o comboio nem me deixaram na estação.

    Pura e simplemente, ando de BTT :)

    Mas eu concordei com o Zé do Telhado na análise...

    E o seu "ás" também está errado. é "às"...

    ResponderEliminar
  33. O Virgílio pode nos informar quanto é que recebeu de indemnização para si, quando despediu os músicos da Orquestra ? É que corre para aí o boato de que recebeu 35 mil Euros !! Não acredito que seja verdade... Oh Élio, por favor diga-nos que isto é mentira...Ou então demita já o Virgílio...É um escândalo!

    ResponderEliminar
  34. Anda por aqui muita dor de cotovelo... cheira a vendetta pessoal... O anonnimo de cima pode-nos dizer se um trabalhador despedido não tem que receber uma indemnzação? Ou porque é que a CMA anterior e os senhores da UA não reintegraram os trabalhadores da Filarmonica de novo??

    ResponderEliminar
  35. Anónimos, esta é a última vez que aviso. Não se levantam boatos sem dar a cara. Mais uma e acabo com os comentários.

    ResponderEliminar
  36. Caro João
    Concordo consigo quando diz que as pessoas devem ser julgadas pelas suas acções e que o Vereador Jorge Greno sabe perfeitamenteque terá pessoas a oservarem as suas acções e por isso será ou deverá ser ético e correcto. Quanto ao ético e correcto provou não o ser ao escolher a Teresa Aragonez para sua secretária, se tinha pena da menina que lhe desse emprego numa das suas empresas, isso sim era ser ético e correctissimo, agora que esteja atento e bem atendo tem muitos mirones à espera que ele ou ela tenham um deslize.Não vai ser fácil.Quanto aos cometários desagradavéis sobre o virgilio nogueira, não concordo, ele é um bom profissional,é humano, é justo, é um querido.
    E se puderes mantèm os anónimos senão passas de 37 comentários para dois ou três, e há muita coisa que é necessário que seja do conhecimento público e senão fossem os anónimos.... servem de abre olhos.......para quem tá no poder.

    Continuação de Bom Dia para todos

    ResponderEliminar
  37. Pronto João

    Ficamos todos à espera da tal avaliação das E.M.'s a ser realizada pelos agora nomeados.
    Desde já envergamos o luto pelo PDA coitadinho, ao qual, com semelhante gestor, não se augura grande futuro, ou futuro algum. Quanto à nossa cara Dra Susana pensamos ser uma escolha óbvia. Os nossos rapazes, de auri-negro vestidos, até correrão com mais vontade!

    ResponderEliminar
  38. Volta Souto estás perdoado.
    Agora estão a ver-se quem eram os verdadeirois amigos do Souto ah ah ah

    ResponderEliminar
  39. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  40. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar

O Notas de Aveiro não é responsável pelos comentários aqui escritos e assumidos pelos seus autores e a sua publicação não significa que concordemos com as opiniões emitidas. No entanto, como entendemos que somos de alguma forma responsáveis pelo que é escrito de forma anónima não temos pejo em apagar comentários...

Por isso se está a pensar injuriar ou difamar pessoas ou grupos e se refugia no anonimato... não se dê ao trabalho.

Não sabemos se vamos impedir a publicação de anónimos. É provável que o façamos. Por isso se desejar continuar a ver os seus comentários publicados, use um pseudónimo através do Blogger/Google e de-se a conhecer para notasaveiro@gmail.com.

João Oliveira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...