Páginas

quinta-feira, 17 de novembro de 2005

Cidade viva...


No passado fim de semana estive em Barcelona. 48 horas bem passadas numa cidade que me encantou por dois ou três aspectos muito curiosos.

Primeiro, Barcelona é uma cidade onde as várias correntes artísticas se vão entrecruzando. Mesmo o mais completo leigo na matéria fica agradado com um simples passeio, seja no Bairro Gótico, na zona romana, no Passeio da Gracia, nas Ramblas...

Segundo, Barcelona é uma cidade viva. Tem homens-estátua, entertainers, mercados ao ar livre, skaters...

Terceiro, Barcelona é uma cidade que dá para andar de metro, a pé e de bicicleta. Sim, de bicicleta, com um plano que mete na gaveta a nossa infeliz buga...

Quarto... Tenho que lá voltar! :)

10 comentários:

  1. Destes Post também gosto.
    Quando lá for, arranje-me uma boleia. Tenho lá amigos e ex-vizinhos e de facto o que diz é só uma infima parte da vivência que aquela cidade tem. Já agora permita-me que acrescente... Também tem o DECO (sim esse mesmo mágico da bola).
    :)

    ResponderEliminar
  2. E a recuperação do porto velho, embora actualmente esteja um pouco degradada, é espectacular.

    ResponderEliminar
  3. Caro Raul Martins,

    Só tive 48 horas :) Montjuic e o Porto foram vistos apenas de relance. Fazem parte das premissas do ponto 4) :)

    ResponderEliminar
  4. Meu Caro JMO

    Barcelona é isso e muito mais. Sem falar no Bairro Chino ou nas manhãs de domingo junto à Catedral para ouvir a musica e ver as pessoas a juntarem-se a a dançarem as Sardanas (um acontecimento que era perseguido no tempo de Franco)Eu também sou um fã de Barcelona que já visitei meia duzia de vezes. Mas cuidado com as comparações. Estamos a falar de uma grande cidade, da capital de uma das várias nações que formam Espanha (a Catalunha), de uma cidade que já foi palco de uns Jogos Olimpicos (os de 1992 e que não assim há muito tempo como isso, coisa que nenhuma cidade portuguesa ainda o foi e que também não é desonhra nenhuma) e não de uma cidade como Aveiro. E isso da bicicleta é só verdade uma parte. Experimenta, quando lá voltares, ires de bicicleta, meu caro JMO, já não digo a Montjuic, mas subir a Tibidabo. E depois conta como é, que vamos ter um prazer enorme, em saber a tua resposta. É que Tibidabo também é Barcelona assim como Montjuic. Há comparações que não se devem fazer: o mapa das nossas bugas é o que é.Há nossa dimensão. Nada mais. De certeza que o JMO não gosta que lhe digam, que sendo um homem do nosso tempo, tenha demorado tanto tempo a descobrir Barcelona que é quase aqui ao lado. De avião são só duas horas... Deixemo-nos de ser saloios ou xico espertos, que
    é uma outra maneira de sub-desenvolvimento.

    ResponderEliminar
  5. Caro Anónimo,

    Acho curiossimo o seu post. O meu era apenas para recordar 48 horas bem passadas...

    Aproveito para lhe dar algumas informações: as pessoas não dançam as sardanas somente ao domingo: eu vi-as, divertidas, num sábado à noite, vários grupos se formarem.

    Mas percebi claramente que o seu post era para falar de bicicletas. Sentiu-se tocado com o meu comentário. Mas olhe, caro anónimo, em relação às nossas bugas ou a bicicletas em geral - Lisboa está vários anos luz atrás de barcelona e mesmo atrás de Oeiras... - eu não discuto consigo. Provo-lhe, com o meu trabalho, mais cedo que espera...

    PS - Quanto a subidas, quando é que quer ir dar uma volta?
    Quanto a desconhecido, quem lhe disse que eu me preocupo por dizer que "só agora descobriu Barcelona?"...

    ResponderEliminar
  6. ainda sobre o anónimo adepto (também) de BCN.

    Meu caro, melhor ainda é subir a Tibidabo ... a pé... seria muito, mas muito mais gira a resposta! :P

    Pronto pronto, para o João não perder muitos quilos, basta uma subidinha ao Parque Guell pelas escadas da entrada lateral (após saires do metro, viras à esquerda e sobes em vez de calcorreares a avenida que sobe ligeiramente em direcção à entrada principal)


    ... de seguida e para relaxar as pernas apanhas o metro, sais em Barceloneta e apanhas o teleférico para Montjuic... simplesmente imperdível!

    ... para finalizar entras num boteco de esquina em barceloneta ou no barrio Gótico e empanturras-te de tapas e copas (bem boa a vinhaça catalá)... no fim pede um Visa emprestado para pagar a conta!

    ResponderEliminar
  7. Caros AAS,

    Voces, para além de serem um mistério, são uns adivinhos. Foi exactamente isso que fiz. Mas antes já tinha calcorreado vários quilómetros - não andei de metro entre a Av.Diagonal e o fim das Ramblas: fiz tudo a pé, como manda
    o manual do turista.

    Sem dúvida que vale a pena. Ah, tenham cuidado que o teleférico para Montjuic está avariado/em obras há uns dois meses...

    Quanto ao cartão de crédito, não preciso de pedir emprestado e achei as refeições com preços acessiveis.

    ResponderEliminar
  8. Bolas, da Diagonal ao Colóm não é assim tão longe... basicamente o Passeig de Gracia, Plaça da Catalunya e Ramblas! Ora pensando nas resmas de estrangeiras e catalãs bem apessoadas que sempre povoam a dita zona não fizeste senão um muito aprazível passeio.

    Quanto ao Visa... teve o nosso amigo muita sorte!

    P.S. - Conselho de Amigo - Nunca fazer esse mesmo passeio com companhia feminina legítima. Dá sempre azo a asneira. (versão conjugal, versão monetária e versão falta de paciência para compras)

    P.S - Vá com mais tempo! 3 diazinhos para a costa sul até Sitges e 1 semana (que vale bem a pena) para a costa norte até à fronteira francesa. Perceberá, como nós por cá, o porquê de um génio como Dali ter decidido ali morrer. Castelldefels e PortLLigat são semplesmente de babar.

    ResponderEliminar
  9. E não esquecer guardar (alguns) cobres para jantar no Los Caracoles ou (muitos) para apreciar as delícias do Botafumeiro já que para almoçar bastam umas tapas, uns sumos naturais e alguma fruta (as tâmaras e os figos flor são um espectáculo) comprados no Mercat de la Boqueria.

    E beber uns finos a olhar para a estátua de Cólon enquanto gozamos com a sua nacionalidade ou com a "sua descoberta" da América.

    E no fim do dia descansar um pouco em Port Vell com um navio de cruzeiro a rasgar o sol poente.

    Ai Barcelona. Quem me dera lá!

    ResponderEliminar
  10. tenho fotos girissimas do "La Boqueria"... vou tentar "postar" no fds.

    ResponderEliminar

O Notas de Aveiro não é responsável pelos comentários aqui escritos e assumidos pelos seus autores e a sua publicação não significa que concordemos com as opiniões emitidas. No entanto, como entendemos que somos de alguma forma responsáveis pelo que é escrito de forma anónima não temos pejo em apagar comentários...

Por isso se está a pensar injuriar ou difamar pessoas ou grupos e se refugia no anonimato... não se dê ao trabalho.

Não sabemos se vamos impedir a publicação de anónimos. É provável que o façamos. Por isso se desejar continuar a ver os seus comentários publicados, use um pseudónimo através do Blogger/Google e de-se a conhecer para notasaveiro@gmail.com.

João Oliveira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...