Páginas

quinta-feira, 8 de dezembro de 2005

Homenagem a Alberto Souto

Hoje foi feita uma homenagem a Alberto Souto, sob a forma de conferência, organizada, entre outros, por Júlio Pedrosa.
Não estive lá e estou a escrever estas palavras antes de ter alguma informação sobre o que por lá se passou. No entanto, queria deixar aqui as minhas palavras.

Alberto Souto foi um bom presidente de Câmara para Aveiro. Ficará para a história da cidade pelo seu nome próprio e não por ter sido neto de quem foi. Pelo seu trabalho na CMA, pela manutenção do jornal "O Litoral", pelas suas qualidades humanas e visão estratégica.

Como quem me lê deve saber, não concordo com algumas das suas atitudes e algumas das suas obras. Mas também quem me conhece sabe que eu tenho opiniões e as defendo, sabendo distinguir correctamente aquilo que é o plano da argúcia e da defesa de argumentos e o plano da civilidade.

Sempre mantivemos um bom relacionamento e mesmo nos últimos momentos pré-eleições tivemos a oportunidade de conversar sobre alguns dos posts e comentários que aqui apareciam e argumentámos sobre ele.

Entendo que deve, a exemplo do que Girão Pereira fez, manter-se afastado das questiúnculas politicas do dia a dia. Não vale a pena. Deve mostrar-se disponível para aajudar Aveiro, o que acredito que irá fazer. Deve prosseguir a sua carreira. Deve manter o nível.

Obrigado, Dr. Alberto Souto.

10 comentários:

  1. Boa noite JMO e a todos os demais.
    Infelizmente hoje tenho que escrever anonimamente. Não é meu costume (eu assino sempre), mas espero que compreendam que é para a minha própria protecção.
    Ideologicamente sou uma pessoa de esquerda. Em 97 votei no Dr Alberto Souto pela única vez. Não me arrependo. Acho que ele foi empreendedor e contribuiu para o desenvolvimento da cidade. Mas a certa altura perdeu o controlo a todos os níveis, assumindo uma postura arrogante e de extrema prodigalidade.
    Quanto ao Litoral, caro JMO, o Dr Alberto Souto não o construiu. Usou-o em benefício próprio e ditando-lhe porteriormente a sua sentença de morte. Usou abusivamente figuras proeminentes da sociedade aveirense para se promover nesse jornal, muito antes de regressar Aveiro e, de forma mal educada, ignorou-os quando atingiu a notoriedade que desejava.
    Acho que nós (aveirenses) não temos nada que agradecer ao Dr Alberto Souto. Fez boas coisas, é certo, mas foi bem pago para isso. Suspeito que até mais do que lhe era devido... Mas também fez coisas más! Isso devemos perdoar-lhe, mas não esquecer.
    A atitude que ele está a ter neste rescaldo de eleições é extremamente indigna e inapropriada para uma pessoa que eu julgava inteligente e distinta.
    Não é levantando fantasmas e tentando manchar a actuação do actual executivo que ele justifica a sua inesperada derrota. O seu comportamento tem sido grosseiro e de baixo nível. Depois de defender o Miguel Lemos ( isso até concordo pois, independentemente da sua incompetência, foi o próprio AS que o deixou nessa posição), atacou impiedosamente várias pessoas.
    Eu até posso concordar, mas a ele fica-lhe mal. Muito mal!
    Quanto à conduta do Ulisses Pereira, acho reprovável e vergonhosa (e é melhor nem me alongar...)! Mas será que o Dr Alberto Souto não protagonizou situações similares???
    Em relação ao Gilberto Ferreira, é preciso dizer alguma coisa?
    - Dr Aberto Souto: Que injustiça! A inveja fica-lhe tão mal...
    Toda a gente sabe, e se não sabe que se informe, que o Gilberto é uma pessoa competente, humilde, trabalhadora e acima de tudo democrata. A mulher dele até fez parte das listas do Dr AS... E consta que são felizes!
    O Gilberto Ferreira adquiriu ampla experiência autárquica e partidária, muito antes do irmão. E mais não digo!
    Há movimentações bem mais perigosas que estão a ser levadas a cabo... Até ver, acredito no bom senso do actual Presidente. Espero que se mantenha firme.
    Para o Dr Alberto Souto só dirijo mais umas palavrinhas: Por favor, mantenha o nível. Assim, pode ser que daqui a alguns anos a homenagem faça sentido.

    ResponderEliminar
  2. Fica-lhe bem o arrependimento: é que foi no seu blog que li, em comments, as infâmias mais escabrosas sobre o dr. Alberto Souto (apagadas posteriormente por si, já depois de poderem ser abundantemente lidas).

    ResponderEliminar
  3. Não me arrependo de nada, meu caro anónimo. E o que escreveu é no minimo baixo: primeiro porque eu assumo o que escrevo e os comments deveriam ser assumidos por quem escreve. Depois, porque é como anónimo que faz esse comentário. Será esquizofrenia?

    O meu texto não é de arrependimento. É da constatação de um facto. Quanto a homenagens, a minha opinião é que são válidas. talvez cedo demais mas o que interessa é a vontade dos que se juntaram para homenagear.

    ResponderEliminar
  4. Valeu a pena!

    Estive lá. Tenho alguma dificuldade em manter-me de pé durante algum tempo. Pois durante a conferência, que durou mais de duas horas, ali estive, de pé, como muitos outos, porque a sala, apesar de não ser pequena, foi diminuta para tanta gente que ali se deslocou. E o mais interessante, é que não senti qualquer desconforto por estar de pé durante todo aquele tempo. É que, dada a qualidade dos intervenientes e do tema sobre o qual falavam, soube-me a pouco! Pareceu-me, pelo menos senti isso, dado o interesse com que absorviam tudo o que se dizia, que os ali presentes queriam mais e desejaram que mais ensinamentos com tanta qualidade pudessemos continuar a poder usufruir, daquela forma, em Aveiro.
    Depois aconteceu o Jantar de Homenagem, de gratidão ao Dr. Alberto Souto, pelo seu grande amor a Aveiro, pela sua disponibilidade e competência em abrir caminhos (porque foram muitos e diversificados) para um Melhor Futuro e Melhor Aveiro. Foi muito bom. Também ali estiveram, livremente, muitas centenas de aveirenses numa saudável confraternização.
    Quer queiramos quer não, Aveiro e as suas gentes só podem agradecer ao Homem, que após vários anos de estagnação, conseguiu transformar a cidade, muitas das suas freguesias e até a mentalidade de alguns Aveirenses, que desde há longos anos se vinham contentando com as palmadinhas nas costas, os "olás", os convívios com jantaradas em casa dos "amigos" mas sem qualquer obra feita que nos fizesse sair do marasmo em que nos encontravamos.
    Esta é uma opinião muito sincera, de quem considera devermos dar um exemplo de cidadania e deixar de denegrir a imagem de um Homem que, embora cometendo alguns erros motivados pela sua maneira de ser e de estar na vida, o futuro julgará pela sua grande capacidade de ver muito para além da maioria.
    Ao Dr. Alberto Souto os meus agradecimentos.

    ResponderEliminar
  5. Continua a porcaria. É claro que o Alberto Souto nunca esteve em situação similar à do Ulisses, vergonhosa, como diz o anónimo, a receber do PS e a presidir ao PSD...É patético dizer-se que o Alberto Souto tem inveja do Dr. Gilberto Ferreira...Mas afinal este jovem tem ou não curriculum para gerir empresas? Se tem esclarece-se, se não tem, então o Alberto Souto tinha razão em ter perguntado...Deixem o homem em paz, ele bem merece. Porque quem atira pedras, tendo telhados de vidro não deve queixar-se depois.Vai sendo tempo de o Presidente Élio pôr cobro a isto ou ainda sobra para ele...A não ser que não tenha nenhuma autoridade e que quem mande seja o Ulisses...

    ResponderEliminar
  6. Meu Caro Anónimo (inicial)
    Vexa podia escolher outro tema para se tornar anónimo.
    É tamanha a falta de coragem.

    Se porventura houver algo no que escreveu que se aproxime da verdade (pouco mas há), ficará comprometido, pois sem assinatura até poderá ser um dos referidos

    Se Vexa tivesse dado anos da sua vida à causa pública (e se os deu assinasse para se saber)não gostava de ver enxovalhado o seu nome com mentiras próprias de mentes capciosas ou ignorantes

    E quanto ao perdoar, a regra deverá ser exactamente ao contrário do que defende: Agradecer e elogiar quando é justo mas pedir responsabilidades quando for oportuno.

    Assim se fará o equilibrio da democracia.

    E se há coisa que ninguém pode acusar Alberto Souto é a de fugir seja ao que for.

    ResponderEliminar
  7. Nasci em Aveiro, gosto de Aveiro, pelas circunstâncias da vida nunca votei em Aveiro. Acompanho as "coisas" de Aveiro, a minha terra sempre perto, a minha pequena pátria. Não conheço o Dr. Alberto Souto. Dito isto, permitam-me algumas considerações. Foi bom para Aveiro ter eleito o Dr. Alberto Souto. Com a sua eleição, Aveiro ganhou espaço político e cultural. Aveiro ganhou uma dimensão que tinha perdido. Deixou de ser, definitivamente, espero, uma cidade pacóvia. Não sei se as opções urbanísticas foram as melhores, não sei se a distribuição dos meios pelas diversas freguesias foi a mais adequada. Sinto, isso sim, que se tornou mais agradável passear por Aveiro. Teria estado, com muito gosto, na homenagem que lhe prestaram. Perder as eleições não é uma desonra. A história, esse "que fazer" de que falava Mário Sacramento, dirá a outros, aos vindouros, de quem será a honra dos tempos que correm. Aos que ganharam desejo que tenham a noção que a sua vitória é tão precária quanto o foi a do Dr. Alberto Souto.

    ResponderEliminar
  8. Alberto Souto devia cumprir o mandato de Vereador. Era o seu tributo à vontade do povo.

    ResponderEliminar
  9. Caro Super:
    Assumo a falta de coragem. Felizmente não sou nenhum dos visados. Sou simplesmente uma aveirense indignada com tudo o que se passa a nível político nesta cidade. É vergonhoso!
    Assim como é vergonhoso também o que lhe fizeram a si, que considero uma pessoa inteligente mas demasiado inocente...
    Quanto à regra que defende, talvez tenha uma certa lógica. Mas há coisas que não têm explicação. E não se pode elogiar obras grandiosas, quando elas comprometem o desenvolvimento das gerações seguintes.
    No que diz respeito à causa pública, eu luto de uma maneira menos política e mais social. Pode ser pouco, mas quem dá o que tem...

    ResponderEliminar
  10. Eu continuo a dizer que Alberto Souto foi o melhor presidente da CMA, desde o 25 de Abril (o que tenho memória, e porque ser presidente de um município durante uma ditadura não conta). Mas discordo quando dizes que ele se deve manter afastado: foi eleito vereador, devia ter assumido o cargo - sempre defendi isto e mantenho, fosse ele ou outro de um partido diferente. As eleições autárquicas não elegem presidentes, elegem autarcas que devem ficar e defender aquilo que 40 por cento dos aveirenses pensavam ser o melhor para a cidade e para o concelho.

    ResponderEliminar

O Notas de Aveiro não é responsável pelos comentários aqui escritos e assumidos pelos seus autores e a sua publicação não significa que concordemos com as opiniões emitidas. No entanto, como entendemos que somos de alguma forma responsáveis pelo que é escrito de forma anónima não temos pejo em apagar comentários...

Por isso se está a pensar injuriar ou difamar pessoas ou grupos e se refugia no anonimato... não se dê ao trabalho.

Não sabemos se vamos impedir a publicação de anónimos. É provável que o façamos. Por isso se desejar continuar a ver os seus comentários publicados, use um pseudónimo através do Blogger/Google e de-se a conhecer para notasaveiro@gmail.com.

João Oliveira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...