Páginas

terça-feira, 27 de dezembro de 2005

Passei pela assembleia municipal

Para além de ter ido em busca do meu "prémio" (vide post anterior) também passei pela Assembleia Municipal para assistir a um bom bocado da mesma.

Assim, não ouvi um "ataque" mau de Carlos Candal à Regina Bastos, que ainda não percebeu que ela vai lá ficar quatros anos... e que não pode atacar quem fica quando se vê os vereadores socialistas a desaparecer...

Ouvi um quadro negro sobre os números;

Todas as bancadas, a começar pela do PS, a pedir uma auditoria externa;

Ouvi algumas intervenções mal preparadas e outras infelizes;

Surpreendeu-me pela positiva o Dr. Élio Maia, com uma intervenção pausada, correcta e feliz.

A Dra. Regina Bastos deve ler melhor o regimento;

Os deputados municipais devem falar melhor...

Depois fui beber um copo ao Toca Aqui.

Mas se querem saber mais, aqui fica o blog do Raul Martins e o artigo do Noticias de Aveiro.

18 comentários:

  1. Não há dúvidas que a Câmara de Aveiro está com um grave desiquilíbrio financeiro, a dívida é brutal e o sofisma do curto ou longo prazo não a atenuam. O Presidente Élio esteve muito bem e o respeito institucional devido à AM mostram a sua grandeza de carácter.

    ResponderEliminar
  2. Onde se prova que o preto pode ser branco se assim se quiser: então distinguir a dívida de curto prazo e a de longo prazo é um sofisma ???? A não distinguir, o Élio não vai longe...O que se confirma é que o Souto tinha razão quando afirmava que a dívida de curto prazo devia rondar os 30 milhões de Euros. O que se confirma é que o Élio tornou a não falar sobre o orçamento...Mas quem feio ama, bonito lhe parece...

    ResponderEliminar
  3. A dívida é brutal devido, entre outras obras discutíveis, á construção do "elefante branco" que é o novo estádio Municipal. E o responsável é, exclusivamente, o Dr. Alberto Miranda não sendo admissível que atire para outros as suas próprias culpas. Quem está ao léme é que é responsável "para onde vai o barco" independentemente dos "tripulantes"...essa é que é a verdade.
    Ou será que sempre chamou a si, personalizou até, toda a atenção para o que de positivo fez e para as "borradas" que fez distribui essa responsabilidade?.

    ResponderEliminar
  4. Parece que Aveiro vai ter um segundo Campeonato da Europa de Futebol de sub 21. Parabéns ao Élio que construiu o novo estádio !

    ResponderEliminar
  5. ao primeiro anónimo!
    quem parece não ter estado (a ouvir) bem foi o jornalista que escreveu no on line news o artigo "dois meses de trabalho para nada"! Nem percebeu que o Raul Martins, apesar da sua inteligência, caiu logo na esparrela de pedir a auditoria... Não restam dúvidas de que o élio é um homem arguto - até nos silêncios ... falar para uma imprensa comprometida??? Para quê? Esta é a prova provada de que adoravam crucificar o homem bem como os 6 mil e tal que lhe deram a vitória ...
    uma coisa é certa - logo à primeira, conseguiu unanimidade para o que levava na manga - a auditoria!

    ResponderEliminar
  6. va ver a acta de aprovação da construção do novo estádio...se calhar vai ter uma surpresa sobre quem aprovou o mesmo..ou na altura faltaram "tomates" a alguns na altura da oposição?

    ResponderEliminar
  7. Respondendo a este último anónimo, na altura a oposição comportou-se à altura de um grande desafio para Aveiro: avançar solidária com a Câmara para a construção de um Estádio de 6 Milhões de contos que permitisse que Aveiro fosse uma das dez Cidades do Euro 2004, segundo o desafio lançado pelo Dr. Souto. Os "tomates", quem os teve no sítio foi o próprio Dr. Souto e o craque Lemos que sempre esconderam e negaram a derrapagem dos 6 Milhões para os quase 13 que afinal o Estádio veio a custar. Isso sim é tê-los no sítio e quem consegue governar assim é certamente homem de coragem... Apesar de constantemente instado pela oposição da altura para dizer a verdade aos Aveirenses, coisa que nunca fez.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  8. Os "amigos" socialistas do Souto estão em grande, as hienas e os abutres

    ResponderEliminar
  9. O último anónimo devia ter vergonha: o custo do estádio foi sempre divulgado e acompanhado pela Assembleia Municipal...

    ResponderEliminar
  10. para este último anónimo: o grande desafio de aveiro é manter agora um estádio onde lá vão apenas alguns milhares (senão centenas) de pessoas cada vez que se realiza um jogo do Beira Mar (e olhe que a culpa não é clube)

    ResponderEliminar
  11. Só falta dizerem que o Beira-Mar desceu de divisão por causa do Souto...

    ResponderEliminar
  12. Esta gente não tem que fazer?
    Há dois meses os aveirenses disseram, através do voto e sem margem para qualquer duvida, que queriam uma mudança radical na Câmara e na Assembleia.
    Apenas dois meses (repito, DOIS MESES) depois dessa inequívoca votação já não faltam os "educadores do povo" (vulgo Arnaldo Matos) a vomitarem veneno contra os que foram eleitos. Irra. Se não sabem, não querem, ou não são capazes de respeitar as pessoas que o Povo elegeu, ao menos respeitem o que o Povo decidiu. E se o Povo disse que queria o dr. Élio e não dr. Souto a drª Regina e não o dr. Candal, então chamem BURRO ao povo. Há tomates para isso?

    ResponderEliminar
  13. O povo é burro como se vê do seu comentário...

    ResponderEliminar
  14. Alguém deve lembrar ao Élio que agora está lá para defender os interesses da Câmara e não os interesses da Vitasal e do seu amigo de S. Bernardo.

    ResponderEliminar
  15. Faço votos para que durante o novo ano de 2006, que se aproxima rapidamente (e que todos o possamos viver), Portugal e em especial o nosso Aveiro continue a sair da "cepa torta" e não regrida.
    Que os maldizentes façam um exame de consciencia a si próprios e possam reconhecer que, entre algumas decisões menos boas, o Dr. Alberto Souto, à custa de muito trabalho e de ideias futuristas, transformou Aveiro e a mentalidade de muitos aveirenses, que durante anos e anos se vinham contentando com palavrinhas doces e obras mediocres, deixando para trás o desenvolvimento e o bem estar das suas gentes. Pensem e revejam mentalmente como era Aveiro em 1997 - uma aldeia - e reparem que só passaram 8 anos!
    Li na imprensa esta semana e vi a fotografia de um vereador,muito orgulhoso (como se o mérito fosse seu e da actual Câmara) que o nosso Aveiro foi galardoado por uma série de inovações que sob a presidência do Dr. Alberto Souto, foram trazidas (conta a vontade de alguns Vereadores que se encontram na actual Câmara e que fizeram parte da oposição na anterior.Até nas A.M. havia por parte da oposição quem se referisse a estas inovações, criticando, criticando...)
    Então quando atribuem publicamente estas distinções à cidade de Aveiro, onde estão as palavras de reconhecimento pelo trabalho de um Homem e da sua equipa? Ninguém os comenta? Nem sequer o Sr. Vereador Capão Filipe, na sua entrevista, se refere ao mérito conseguido pelo seu opositor? É triste meus amigos. Reconheçam as muitas coisas boas que o Homem fez por Aveiro (logo por todos nós), sacrificando a sua vida pessoal e familiar e não tentem "apenas e só" denegrir a sua imagem, porque não concordam com os seus ideais políticos ou não foram "escolhidos" para ocuparem alguns lugares de destaque (onde reberiam euros em quantidade q.b.).
    Acham mesmo que a população o esquecerá e não o vai comparar (como já está a fazer) a outros que se lhe seguem com ideias tão limitadas?
    Também por isso, que o novo ano de 2006 nos ajude!

    ResponderEliminar
  16. E eles a darem-lhe que o derrotado dr. Souto fez Aveiro progredir, Aveiro cosmopolita, Aveiro paradigma, e outros adjectivos de não menor importância.
    Mas será que eles não percebem, não entendem, que a maioria dos aveirenses que foi votar em 9 de Outubro não acha isso? Antes das eleições não faziam por menos :«O Élio vai levar uma banhada», era a afirmação mais contida dentro da aurea do triunfalismo que, incontidamente, iam propalando. Recordam-dos dos 6-3 (vereadores) anunciados, precocemente, pelo dr. Souto? E da vitória que iria ter em São Bernardo? (Levou 7-2 em termos de eleitos para a Assembleia de Freguesia). E recordam-se que nas 14 freguesias o dr. Souto só ganhou em 4, e mesmo nessas à tangente?
    Pois a coisa correu mal e agora andam a debitar fel pelos cantos da boca. Custa, sei que custa, mas meus caros o (mau)trabalho do dr. Souto nos últimos 4 anos contribuiu, decisivamente, para a sua derrota. Quem, com o minimo de credibilidade,concorresse contra o dr. Souto, tantas e tamanhas foram as tropelias que este cometeu, arriscava-se a ganhar a Cãmara. A expressiva derrota que o dr. Souto registou demonstra-o inequivocamente. O Resto é folclore.

    ResponderEliminar
  17. Um bom fim de ano e início do próximo!
    Impressiona-me como é possível mudar tanto em tão pouco tempo? Por isso e por outras é que temos os políticos que temos e não poderemos contar com os capazes, com aqueles que não quererão exercer essas funções (porque não se querem transformar em "políticos").
    A ambição, a inveja, a vingança, o sentimento de destruir os que nos fazem "sombra" - mesmo que os consideremos nossos irmãos - transforma os homens em autententicas feras, disfarçadas de anjinhos (alguns até bem papudos).
    E há que ter muito cuidado com esses "anjinhos" que são capazes de tudo para atingir os seus objectivos pois estão ali para se ajudarem a si próprios quando a sua obrigação é a de ajudar os outros, os que mais precisam.
    Entristece-me assistir à actuação de camaradas que, independentemente do seu valor técnico e profissional, que admiro, também assim procedem. Tardiamente, chego à triste conclusão de que uma grande parte dos militantes partidários só o são por interesse próprio e não para dar a sua contribuição para um mundo melhor.
    Neste último dia do ano velho, pergunto também: como é ainda possível, assistir a uma noite como a de ontem e "obrigar" pessoas que trabalham duramente a prolongar essa noite até à madrugada de hoje? Não acham que a "senhora" presidente e os seus apoiantes andam a brincar demasiado com a dignidade dos outros (que ali permaneceram e o que é mais grave, com a dos ausentes)? Como é possível "permitir" ao malcriadão "senhor" Diogo Machado (que não consegue parar para trabalhar em lado nenhum - a não ser quando lhe arranjaram um tachito nas feiras, em que andou caladinho que nem um rato) que abra a sua horrenda boca apenas para dizer disparates e tentar "ferir de morte" o bom nome de pessoas às quais nunca chegará aos calcanhares? Não há ninguém que lhe incuta alguns princípios de boa educação?
    A que política estamos presentemente sujeitos em Aveiro meus amigos?
    Vamos voltar a dignificar o nosso concelho, tomando decisões sérias para resolver os problemas e deixar-nos de tanta maldicência?
    A todos, sem excepção, desejo um bom ano de 2006 e que a paz e a tolerância passe a fazer parte do dia a dia de todos nós.
    BOM ANO!

    ResponderEliminar
  18. História de antevéspera de ano novo

    Gosto de vir a este blog ler sobre a vida da minha cidade e, tentado por tantos comentários s/ a AM, enfarpelei-me e fui visitar a nova Assembleia que ainda não conhecia.
    O tema em discussão era aliciante: GOPs e Orçamento. Pensei logo que seria uma noite em grande e uma maneira interessante de arrematar o ano mas, enganei-me. Tive mesmo uma noite ?escangalhada? já que assisti a um espectáculo muito pobre e com pobres actores.
    Valeram algumas boas saídas do dr. Candal para me animarem; o resto foi uma noite de choradeiras e de maledicências ?roendo as canelas? a Alberto Souto.
    Falou-se de tudo menos daquilo que ali estavam a tratar. Sobre GOPs e Orçamento = ZERO!
    Além dos queixumes e maledicências, ouviu-se entre alguma Oposição e Maioria, trechos vagos de ?introdução à economia? que permitiu a alguns ?brilharem? perante outros, especados de admiração ou por conveniência?
    A senhora presidente, despida de colorido parlamentar, fala mecanicamente, com um à vontade que se vê à distância não possuir ainda.
    Discussão sobre o tema principal = ZERO ? mau grado o BE e a CDU tentarem trazer o ?agenda do dia? para a ?mesa?.
    Prolongamento desmedido, inusitado e descabido no tempo de sessão que se seguiu até altas horas da madrugada. Aquela gente mais parecia uns ?sem-abrigo? ou solteirões que não tinham mais que fazer ou para onde ir depois daquela ?maratona?, ou que não dão satisfações aos familiares!
    Uns ensonados, outros esfomeados, protestavam, mas aguentaram ali que nem sargentos, com excepção de um general, C. Candal, que não esteve para os aturar para além do razoável!
    Já a noite estava no fim e eis que chega um castiço deputado da maioria, aparentemente já ceado (pela disposição demonstrada e ?fresco que nem uma alface?) que, esbracejando e brandindo a afiada língua, começou a desancar forte e feio nos pobres dos socialistas, vencidos há muito, coitados, pela fome e pelo sono. Foi mais uma cena triste, mas para mim, hilariante.
    Resumindo:
    -A D. Regina está a ser uma boa ?chefe?, controlando o pessoal, (qual patrão de fabriqueta), fazendo-o amargar no dinheirinho das senhas que levam para casa.
    -AS GOPs não foram discutidas na Câmara nem na AM.
    -A bancada do BE esteve bem mas com cuidado excessivo de não ferir susceptibilidades à Câmara ou a quem a titula.
    -A CDU continua a fazer os trabalhos de casa e a levar a ?coisa? a sério.
    Concluindo: A Câmara fez e parece que vai continuar a fazer passar o que quer sem oposição, tendo só de enfrentar os partidos com menos representatividade na Assembleia Municipal.
    Mesmo tesinhos e pelo que vi, os ?Juntos por Aveiro? vão fazer um mandato bem abastado (!)

    ResponderEliminar

O Notas de Aveiro não é responsável pelos comentários aqui escritos e assumidos pelos seus autores e a sua publicação não significa que concordemos com as opiniões emitidas. No entanto, como entendemos que somos de alguma forma responsáveis pelo que é escrito de forma anónima não temos pejo em apagar comentários...

Por isso se está a pensar injuriar ou difamar pessoas ou grupos e se refugia no anonimato... não se dê ao trabalho.

Não sabemos se vamos impedir a publicação de anónimos. É provável que o façamos. Por isso se desejar continuar a ver os seus comentários publicados, use um pseudónimo através do Blogger/Google e de-se a conhecer para notasaveiro@gmail.com.

João Oliveira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...