Páginas

quinta-feira, 29 de setembro de 2005

Sondagem do Diário de Aveiro

Élio Maia quase alcança Alberto Souto

A coligação Juntos por Aveiro, entre PSD e CDS/PP, está em condições de disputar a vitória nas próximas eleições autárquicas, a realizar no dia 9 de Outubro, a avaliar pelos resultados de uma sondagem efectuada pelo Gabinete de Estudos de Mercado e Opinião do Instituto Português de Administração de Marketing (GEMEO/IPAM).Realizado entre os dias 22 e 24 de Setembro, o estudo de opinião encomendado pelo Diário de Aveiro revela que o socialista Alberto Souto, presidente da autarquia e candidato a um terceiro mandato, é o cabeça-de-lista preferido pela maioria dos 500 inquiridos, mas Élio Maia, que lidera a aliança de partidos de direita, obtém um resultado animador que o coloca em posição de discutir a vitória nas eleições municipais.Os resultados brutos do inquérito atribuem 36,7 por cento dos votos a Alberto Souto, enquanto Élio Maia alcança os 27,8 por cento. No entanto, a diferença entre as duas candidaturas diminui depois de redistribuídos os indecisos pelos partidos em quem votaram há quatro anos ? feito este exercício, o socialista obtém 47 por cento, contra 44 por cento de PSD/CDS-PP.Os números desta sondagem revelam uma grande evolução da candidatura encabeçada por Élio Maia, visto que em Maio, a cinco meses das eleições, este candidato chegava apenas aos 17,7 por cento das intenções de voto, de acordo com um estudo de opinião efectuado então. Nessa data, o actual líder do município logrou atingir os 47,3 por cento, o que significa que as expectativas de vitória de PSD e CDS-PP eram então muito reduzidas.De acordo com a auscultação efectuada aos eleitores do concelho, António Salavessa, candidato da CDU e actualmente o único representante desta força política na Assembleia Municipal, não logra atingir mais do que 0,9 por cento das intenções de voto, sendo mesmo ultrapassado pelo candidato do Bloco de Esquerda, Francisco Vaz da Silva (1,4 por cento). Redistribuídos os indecisos, ambos os partidos de esquerda empatam nos três por cento.Há quatro anos, o PS venceu as eleições autárquicas com maioria absoluta (50,6 por cento dos votos). Distantes ficaram PSD (26,7 por cento com Domingos Cerqueira), CDS-PP (15,4 por cento com Miguel Capão Filipe) e CDU (3,5 por cento, com Manuela Caetano).Ficha TécnicaEste estudo de opinião foi realizado pelo Gabinete de Estudos de Mercado e Opinião do IPAM sob a direcção técnica do Dr. José Albergaria, e obedeceu aos seguintes procedimentos metodológicos:Universo do Estudo: Indivíduos maiores de 18 anos, residentes no concelho de Aveiro, em lares com telefone.Base de sondagem: Constituída pelos lares correspondentes aos assinantes particulares constantes da lista telefónica do concelho de Aveiro.Técnica de amostragem: Bi-etápica, com selecção aleatória sistemática para a determinação do lar, e neste utilizando o método de quotas ou proporcional (sendo as variáveis de controle o «Sexo» e o «Escalão Etário») para a selecção do respondente.Dimensão da amostra: 500 entrevistasMétodo de inquirição: Entrevista telefónicaRecolha da informação: A recolha da informação decorreu entre os dias 22 e 24 de Setembro de 2005, tendo participado um total de 15 entrevistadores e codificadores.

36 comentários:

  1. Nunca gostei de sondagens... logo nao acredito muito no que dizem... pior 'e qd se poem a dizer coisas que me parecem pouco logicas ou ate perceptiveis ao comum dos mortais:

    "No entanto, a diferença entre as duas candidaturas diminui depois de redistribuídos os indecisos pelos partidos em quem votaram há quatro anos. feito este exercício, o socialista obtém 47 por cento, contra 44 por cento de PSD/CDS-PP."

    Isto quer dizer q pegaram nos votos de quem?? dos indecisos?? mas eles nao podem saber em quem 'e que esses votaram!! o voto 'e secreto ... se alguem souber explique-me que estou curioso...
    Outro ponto 'e que a sondagem parece nao ter margem de erro...se o PCP tem 0.9% o erro desta sondagem deve ser fenomenal!!!

    Qt as elacoes politicas desta sondagem... realmente parece-me surpreendente que o Elio esteja a 10% do souto (simplesmente nao aceito e percebo a districuicao dos votos dos indecisos) mas tb mostra que ainda vai ter muito para mostrar parq realmente ganhar no dia as eleicoes...
    Parabens ao BE por esta a frente do PCP !!! isto se o erro da sondagem nao for superior a 2% ... pq se for os numeros nao dizem nada ...

    ResponderEliminar
  2. Mas afinal qual é a excitação: Dê a análise dos números por onde der, o Souto tem maioria absoluta na CMA!
    Ponto de exclamação!

    ResponderEliminar
  3. eu faco um desenho ao socialista anonimo:
    souto - 47
    elio - 44

    nao ha maioria.... a matematica e' dificil ... mas nao a facam mais ainda!!!:)!!

    ResponderEliminar
  4. ESta sondagem tem dois aspectos que cabe destacar:

    - por um lado, a distribuição dos indecisos consegue algo "notável" que a descredibiliza e contraria todas as regras na matéria, que é a conversão de um diferencial bruto de intenções de voto expressas de cerca de 9% numa diferença final de 3%, sendo que o partido que tem os 9% de vantagem nas intenções efectivas de voto é o que recebe a menor percentagem dos indecisos;

    - por outro e sobretudo, ainda que a referida projecção dos indecisos se confirme, o Souto mantém a maioria absoluta na CMA.

    ResponderEliminar
  5. Caro "A loucura ...";
    De acordo com a aplicação do método de Hondt, 47% dá 5 dos nove vereadores, ou seja, maioria absoluta.

    ResponderEliminar
  6. Só para esclarecer aquilo que foi dito: há dois métodos de colocação de indecisos:

    - o de perguntar ao indeciso onde votou em 2001 e a partir dai pressupôr que irá votar no mesmo (acho que foi a plicada)
    - o de pegar no bolo dos indecisos e aplicar às candidaturas o valor das eleições anteriores (privilegia quem tenha ganho anteriormente)

    outra coisa: sim, é um facto que, caso a CDU ou o BE não consigam melhorar o score, nenhum deles é eleito e quem ganha fica com maioria absoluta. O que demonstra que se estes números são verdadeiros, todos os votos contam nesta eleição!

    ResponderEliminar
  7. "- o de perguntar ao indeciso onde votou em 2001 e a partir dai pressupôr que irá votar no mesmo (acho que foi a plicada)
    - o de pegar no bolo dos indecisos e aplicar às candidaturas o valor das eleições anteriores (privilegia quem tenha ganho anteriormente)"

    agora 'e que as estatisticas bateram mm no fundo... qual e' a relacao entre o q um indeciso agora e o que a mm pessoa votou nas ultimas eleicoes??? 'e mera especulacao... pq se o indeciso o esta quer dizer q nao esta ligado ao partido q votou nas eleicoes anteriores...

    o erro parece q e' mesmo um misterio q ninguem sabe ... mas devia-se saber ... pq pode ser de 5% e ai pode nem haver mta diferenca entre os 2...

    ResponderEliminar
  8. Oh loucura...

    Meu caro, todas as sondagens que se vêem ai são reguladas por essas regras. Se andas iludido, a culpa não é desta mas sim de todas.

    As sondagens valem o que valem: mostram tendências: isso é que é o mais importante!

    ResponderEliminar
  9. eu ja sabia :) nao andava iludido!! como disse no 1o post nao acredit oem sondagens...
    o meu grande espanto vai para o facto de os numeros reais da sondagem dizerem q ha10% de diferenca entre os 2 candidatos principais e dps passare essa diferenca para 3%... diagamos que nao parece muito bem ... principalmente como o DR a pos ... e sem dizer a margem de erro... Isto pq se a margem for 5%, entao ate podemos chegar a uma proximidade maior entre os 2 candidatos, ou nao? pelos 0.9% deduzo q o erro seja mais pequeno ... mas nao da p perceber pela noticia...

    ResponderEliminar
  10. Ao contrário da maioria dos socialistas que aqui escreveram o PS não pode deixar de ficar satisfeito com esta sondagem, a saber :

    1 - Parece que dada a "técnica" utilizada na apresentação dos resultados, e feita a ponderação, este é o resultado máximo que a coligação PSD/CDS ( note-se que são dois partidos que somavam apenas menos 1,9 nas ultimas eleicoes ) consegue obter.

    2 - Assim sendo, e no pior cenário, Alberto Souto consegue a maioria absoluta!

    3 - Este resultado servirá sempre para apelar aos mais cépticos que as eleições nao estao ganhas, combatendo a abstenção, que é maioritariamente Alberto Souto.

    ResponderEliminar
  11. e se os indecisos das ultimas eleicoes estiverem frustrados com o souto e tornarem os seus votos em votos de descontentamento?
    Ja aconteceu e foi assim q o BE subiu inicialmente ... neste caso podemos ter o BE ou o PCP a passar os 10%... loucura?? talvez mas etamos a falar de eleitores q escolhem em quem votam independentemente do partido ... e tanto o pcp como o be sao partidos do contra em q tipicamente se coloca o voto qd se e' contra quem ja se esta a espera q ganhe...

    PS:o ipam passou-se qd se esqueceu de por o erro.... ou entao foi mesmo o DR... e' q por acaso ate e' proibido por lei nao o por na ficha tecnica das sondagens.

    ResponderEliminar
  12. a abstenção não é de ninguém, como o próprio nome indica,mas a sê-lo seria do centro-direita, dada a tradição sociológica de Aveiro. Por isso, dada esta grande aproximação de Élio Maia, a Coligação vai causar surpresa no dia 9!!!

    ResponderEliminar
  13. Caros amigos,
    já á socialistas a fazer contas o k é engraçado para kem julgava k eram favas contadas. e a sondagem da católica que vai sair ainda aproxima mais os «juntos por aveiro» da vitória...a vitória de um Aveiro sério, responsável, solidário e fraterno.

    ResponderEliminar
  14. Ao último anónimo:
    Dado que o sigilo profissional só incide sobre o que existe, posso afirmar com conhecimento de causa e sem quebrar qq sigilo profissional, que não existe nenhuma sondagem da católica.
    Por isso, por favor, deixem-se de alusões à "sondagem da católica"...

    ResponderEliminar
  15. Na realidade, esta sondagem é um balde de água fria para quem cantava vitória antecipada.
    E a verdade é tão somente esta, como António Salavessa dizia há pouco numa rádio: estamos perante uma situação de empate técnico.
    Não vale a pena escamotear esta realidade.
    Mais se a distribuição de indecisos (agora tão criticada quando em Maio nunguém a questionou) se valorizasse mais a tendência de crescimento da coligação poderia concluir resultados ainda mais inesperados.
    Olhando aquilo que é tradicionalmente o desvio entre sondagens e resultados de alguns Partidos (é certo que o mais prejudicado é sempre a CDU), pensamos estar na véspera da eleição de Élio Maia como Presidente da Câmara de Aveiro.
    Afinal, parece que falar verdade compensa!

    ResponderEliminar
  16. Também acho que falar verdade compensa. É por isso que, no próximo dia 9, Alberto Souto vai ser reeleito presidente da Câmara Municipal de Aveiro.

    ResponderEliminar
  17. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  18. Esta sondagem não tem margem de erro, como está explicado na ficha técnica.

    Nenhuma das sondagens do DA tem margem de erro.

    ResponderEliminar
  19. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  20. Se os resultados vierem a corresponder à sondagem, será a demonstração da perspicácia dos eleitores. Ou seja, o Alberto Souto poderá ser o melhor mas não deve ter maioria. Primeiro porque nos últimos 4 anos fez muita asneira, segundo porque está a acentuar os tiques de arrogância, terceiro porque é fundamental para Aveiro ter uma oposição a sério.
    Eu votei duas vezes Alberto Souto e agora vou votar no Salavessa.

    ResponderEliminar
  21. Caro JMO:
    Elucide pf os ignorantes, nomeadamente o anónimo anterior, que "se os resultados corresponderem à sondagem" o Souto tem maioria absoluta, isto é, 5 vereadores em 9.
    Obrigado.
    Peço desculpa, mas ler tanto burro a opinar, cansa....

    ResponderEliminar
  22. Anónimo último,

    Se reparar bem, já disse isso uns comentários acima...

    :)

    E se a malta se registasse? Tanto anónimo...

    ResponderEliminar
  23. Ao anónimo que vai votar Salavessa:

    se reparou bem nos números, nem o Salavessa nem o bloco têm qualquer possibilidade de eleger um vereador.

    Assim sendo, só a coligação e o PS podem eleger vereadores.
    Ora, dado que o nº de vereadores é ímpar (9) e só há duas forças políticas com possibilidade de eleger vereadores, não há hipótese de existir uma maioria não absoluta.

    Isto é, quem tiver quatro vereadores perde as eleições para o que tiver cinco.

    O meu amigo, ao votar no Salavessa - que, por mais mérito que tenha, está a mais de dois mil votos de ser eleito - está a pensar em impedir a maioria absoluta do Souto mas, indirectamente, a dá-la ao Élio.

    É mesmo isso que quer?

    ResponderEliminar
  24. Há uma hipotese de o Salavessa ser eleito, meu caro - bem se ficar à frente do vaz da silva - e eu sou daqueles que não há votos que se perdem. Por isso, anónino, não vás em cantigas e vota no que quiseres.

    ResponderEliminar
  25. Até podem não eleger vereadores... mas se todos pensarem assim então é que não elegem de certeza.

    Para além disso elegerão deputados municipais nas listas para a Assembleia.

    ResponderEliminar
  26. Há uma hipotese do Salavessa ser eleito???

    Mais hipoteses há do Vaz da Silva ser eleito!! A avaliar pelas sondagens e pelos resultados das legislativas por exemplo.

    ResponderEliminar
  27. DIga, então, JMO, que manifesta confiança na sondagem, quantos votos faltam ao Salavessa para ser eleito e em quantos votos se traduz a actual intenção de voto no Salavessa.

    Eu vou adiantando que, para ser eleito, precisa de 3000 votos e que, nas intenções de votos, não atingirá os mil.

    Há sempre outra hipóteses: apagar este post.

    ResponderEliminar
  28. Muito sinceramente acho que Aveiro tinha tudo a ganhar se o resultado para a Câmara fosse 4-4 + o Salavessa.
    Na AM não há problema porque o PS não vai ter maioria, devido à eventual não eleição de alguns presidentes de junta que actualmente eram do PS. Gostava muito de ver o prepotente Souto a governar sem maioria e ter de dialogar e especialmente não voltar a impor as taxas actualmente existentes.
    MFC

    ResponderEliminar
  29. Há anónimos com um descaramento: eu não apago posts por apagar, uso argumentos.
    E o argumento que não vale a pena votar é o mais ignóbil que eu conheço, ainda mais vindo de um anónimo.
    Então vamos aos argumentos. Partindo do principio que sao precisos cerca de 2800/3000 votos para um vereador (e se calhar até são mais) aqui ficam as contas:
    Em 2001, o PCP somente teve 1100 votos para a CMA. Em 2002 (legislativas, já tinha sido ultrapassado pelo BE) e em 2005 ficou claramente atrás do BE - 1500 votos contra 2600...

    Só que... há dois pontos interessantes: Salavessa vale muito mais do que o candidato que tinham - só para ver a potencial diferença, Salavessa na Assembleia municipal teve mais 800 votos que o seu partido na CMA.

    Por outro lado e aqui estou a basear-me somente na teoria, o BE nas autárquicas não vai ter os votos das legislativas. Por duas razões: Vaz da Silva não é conhecido como homem da política ou mesmo noutras áreas - circula bem numa certa elite - e não é claramente Louça...

    Se o candidato fosse um Celso Cruzeiro, por exemplo...

    ResponderEliminar
  30. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  31. ainda não percebi porque esta guerra as sondagens, foram feitas a 500 pessoas ,Aveiro tem 78 mil habitantes, e tenho certeza a maioria mentiu, porque ninguem diz em quem vota isso prova as falsas sondagens, e pena é que muita gente ainda continua a creditar nisso.

    ResponderEliminar
  32. o maior problema não é quem vai ganhar, mas como vai o vitorioso desmontar a maquina burrocratica do sistema tão bem feita que está.

    ResponderEliminar
  33. desculpa la o JMO ... mas nao e' obrigatorio as sondagens virem com erro??? foi o que ja ouvi diversas vezes em diferentes radios e tvs qd eles tem de passar essa info sem fim... o DA pode nao por masacho q 'e obrigatorio... se nao traz as perguntas obvias... como as q ja se discutiram em cima...

    ResponderEliminar
  34. Sr JMO: as sondagens valem o que valem: a minha e consultados os psd´s que conheço dizem-me que até tem vergonha desta lista tem um representante em 3º lugar na lista e de recurso, pois sete recusaram tal lugar. O desejo dos psd´s é a derrota e por muitos.
    AV-30-09

    ResponderEliminar
  35. Bem... Tanto disparate!!! É isto a política??? Só JMO arriscou explicar que tipo de cálculos foram feitos, apesar de não ter sido bem assim. A repartição dos indecisos não foi feita de acordo com o seu voto (expresso) nas eleições anteriores, mas de acordo com uma matriz de transferência de voto estabelecida a partir da totalidade da amostra. Não perceberam? Aceito inscrições para um cursinho de sondagens. chadepalavras@gmail.com

    ResponderEliminar

O Notas de Aveiro não é responsável pelos comentários aqui escritos e assumidos pelos seus autores e a sua publicação não significa que concordemos com as opiniões emitidas. No entanto, como entendemos que somos de alguma forma responsáveis pelo que é escrito de forma anónima não temos pejo em apagar comentários...

Por isso se está a pensar injuriar ou difamar pessoas ou grupos e se refugia no anonimato... não se dê ao trabalho.

Não sabemos se vamos impedir a publicação de anónimos. É provável que o façamos. Por isso se desejar continuar a ver os seus comentários publicados, use um pseudónimo através do Blogger/Google e de-se a conhecer para notasaveiro@gmail.com.

João Oliveira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...